top of page
  • by Brunelson

Jimi Hendrix: qual a clássica música que ele odiava tocar nos shows?


Embora a carreira musical de Jimi Hendrix tenha sido tragicamente interrompida em 1970 quando ele morreu aos 27 anos de idade, o maior guitarrista de todos os tempos deixou um legado duradouro na indústria musical.

Hendrix reinventou completamente a forma de tocar guitarra e ultrapassou os limites do instrumento, revolucionando o rock and roll através de sua abordagem inovadora e sem esforço nenhum. Com isso, os seus trajes reconhecíveis, incluindo jaquetas militares, blusas de seda e coletes bordados, fizeram dele um ícone dos anos 60, influenciando futuros músicos também em sua abordagem à moda e enfeitando o palco com um visual vislumbrante.

O grande Bob Dylan, falando sobre o trabalho do seu contemporâneo, certa vez contou ao jornal Fort Lauderdale Sun Sentinel sobre o momento em que ouviu pela 1ª vez a versão de Hendrix de sua canção, “All Along The Watchtower”: “Isso realmente me impressionou. Jimi Hendrix tinha tanto talento que conseguia encontrar coisas dentro de uma música e desenvolvê-las vigorosamente. Ele encontrou coisas que outras pessoas não pensariam em encontrar lá. Ele provavelmente melhorou a canção com os espaços que estava usando... Na verdade, eu tive que tirar uma licença da versão dele para continuar tocando essa música nos shows até hoje”.


Ao lado de "All Along The Watchtower" - que Hendrix a lançou em seu 3º álbum de estúdio, "Electric Ladyland" (1968), para que ficasse imortalizada em sua própria versão - Hendrix também era conhecido por várias outras canções, incluindo "Foxey Lady" (1º disco, "Are You Experienced", 1967).

Um dos biógrafos de Jimi Hendrix, o escritor Harry Shapiro, afirmou que Heather Taylor inspirou a música e título de "Foxey Lady", uma socialite londrina que acabaria se casando com Roger Daltrey, vocalista do THE WHO. Nesta canção, Hendrix canta versos provocativos como: “Você sabe que é uma fofa destruidora de corações / Foxey / E você sabe que é uma doce amante do amor / Eu quero levar você para casa / Sim / Eu não vou te fazer mal / Você tem que ser toda minha / Toda minha”.

No entanto, Hendrix afirmaria mais tarde em entrevista que nunca abordaria as mulheres com a mesma confiança que as letras da música "Foxey Lady" exala. Esta canção é fantástica e uma das clássicas na história geral do rock'n roll, conhecida por sua nota trêmula de abertura, solo inspirado no blues e acordes de guitarra poderosos que mais parecem bombas caindo.

Embora seja uma das mais conhecidas de Hendrix, a realidade é que ele odiava tocar essa música nos shows.

A descoberta foi feita por outro artista gigante na história do rock, Alice Cooper, grande fã de Hendrix e que chegou a caminhar pelos bastidores de um show de Jimi Hendrix quando ainda era um adolescente.


Numa entrevista para o programa SDR Show, Cooper falou: “Eu estava sentado lá depois do show dele. Eu fui vê-los e éramos apenas uma pequena banda de colégio, mas eles disseram: ‘Hey, venha para o nosso quarto de hotel’. E estávamos sentados em sua cama e Jimi Hendrix me disse: ‘Aqui, cara’ e ele me passou um baseado e eu disse: ‘Ok’".


O jovem futuro astro do rock ainda teve a sua 1ª experiência com drogas e foi justamente com Jimi Hendrix: "Maconha foi a minha primeira droga e foi com Jimi Hendrix”.


Durante outra interação com o músico quando já estava iniciando a sua carreira profissional, Cooper revelou que Hendrix lhe contou sobre a sua aversão em tocar a canção "Foxey Lady" nos shows.

Cooper finalizou: "Eu estava conversando com Jimi Hendrix uma vez e ele me disse: 'Cara, se eu tiver que tocar a música 'Foxey Lady' mais uma vez nos shows, eu vou enlouquecer', e era uma canção tão conhecida dele, que se ele não a tocasse em um show e eu estivesse lhe assistindo, eu realmente iria me sentir enganado”.

Parece que Hendrix foi apenas um dos muitos músicos na história do rock que odiavam tocar algumas de suas principais músicas ao vivo, embora ele nunca tenha afirmado o por quê da canção “Foxey Lady” o deixava "louco".



Apesar do seu desprezo em tocar essa música, Hendrix continuaria a apresenta-la nos shows e consolidando-a como uma de suas canções características de toda a sua discografia.


“Foxey Lady”



















Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page