top of page
  • by Brunelson

Jimi Hendrix: qual foi a última música que ele gravou num estúdio?


Os últimos meses de vida de Jimi Hendrix foram fortemente centrados na expansão do seu trabalho.

O agora icônico músico, que morreu aos 27 anos de idade em setembro de 1970, passou a maior parte dos seus últimos dias criando mágica no estúdio e empunhando a sua guitarra como um artista enlouquecido destinado a gravar o seu nome na história da música em geral, sendo que a sua gravação final ocorreu apenas 01 mês antes de sua morte prematura.

Como um dos seus projetos mais duradouros e ousados, Hendrix construiu um estúdio de gravação de última geração em New York, chamado Electric Lady Studios, o qual deveria ser a sua nova casa.


No entanto e tragicamente, quando o estúdio foi finalmente concluído em 1970, o guitarrista só conseguiu passar 10 semanas em suas instalações antes de falecer. Apesar de ter passado um curto período de tempo trabalhando em seu novo espaço, Hendrix estava disparando em todos os cilindros e entregando um material alucinante em um ritmo prolífico.

O engenheiro de estúdio e produtor de longa data de Jimi Hendrix, Eddie Kramer (foto, retirada do Electric Lady Studios), que trabalhou com Hendrix desde o seu álbum de estreia em 1967, "Are You Experienced", falou uma vez das últimas sessões de estúdio com o maior guitarrista de todos os tempos, lembrando como ele nunca tinha visto Hendrix tão focado em seu trabalho antes.







“Tínhamos dois armários cheios de rolos de fitas gravados por Jimi Hendrix que iam do chão ao teto, com todas as suas jams sessions e outras coisas que havíamos feito no Electric Lady Studios”, lembrou Kramer durante uma entrevista para a revista Rolling Stone.

As sessões começavam às 19hs e geralmente duravam a noite toda antes de começar tudo de novo no dia seguinte. Kramer também observou como notou uma “grande mudança” em Hendrix e como o seu trabalho estava se tornando uma obsessão.

Ele continuou: “No passado, quando ainda fazíamos sessões de estúdio no Record Plant Studios, marcávamos para iniciar as 19hs e Jimi só aparecia lá pela meia-noite, porque ele estava sempre se apresentando em algum lugar. Quando o Electric Lady Studios ficou pronto, convocávamos uma sessão para as 19hs e ele costumava chegar mais cedo ainda. E se ele visse uma senhora em pé na sala de controle do estúdio, ele arranjaria uma cadeira para ela sentar. Jimi era uma pessoa muito educada e orgulhoso do seu novo estúdio”.

No entanto, o tempo no estúdio foi interrompido depois que o seu agente de reservas agendou datas para ele em toda a Europa e os planos de Hendrix de trabalhar em músicas para um vindouro álbum de estúdio foram arquivados.

Muitos historiadores da música rock argumentam que a sessão final de Jimi Hendrix ocorreu em 22 de agosto de 1970, com ele gravando uma demo para a nova canção, "Belly Button Window". No entanto, Hendrix não iria voar para Londres por mais 05 dias e voltou ao Electric Lady Studios para gravar uma música instrumental chamada "Slow Blues". Mesmo assim e de forma incongruente, ela é datada em 20 de agosto de 1970.



Dito isso, assim como acontece com muitos aspectos dos fatos um tanto embaçados de um apogeu do rock and roll, a data específica é questionada.

Por muitas décadas, a canção "Slow Blues" não foi ouvida pelo público até quando lançaram a coletânea em 2000, "The Jimi Hendrix Experience", com essa música fechando o box set. É uma gravação crua e claramente de natureza improvisada, mas que ainda assim e sem os vocais, consegue hipnotizar.

Menos de 01 mês depois, Hendrix morreria tragicamente logo após a sua heroica manchete no Isle of Wight Festival, Inglaterra, e a canção "Slow Blues" representando a última vez que Jimi Hendrix pisou em um estúdio de gravação, um local que ele tanto amava estar presente.





"Slow Blues"











コメント


Mais Recentes
Destaques
bottom of page