top of page
  • by Brunelson

Jimi Hendrix: quem foi o guitarrista que lhe mostrou "um monte de coisas novas" na guitarra?


Embora permaneça um fato indiscutível de que Jimi Hendrix foi o melhor e maior guitarrista de todos os tempos, houve um companheiro seu que também empunhava um "machado elétrico" que o ajudou a realizar o potencial dos seus poderes.

Embora fossem estilisticamente diferentes, Hendrix creditou Steve Cropper por mudar a sua mente "para um monte de coisas novas" na guitarra.

Cropper, comumente conhecido como O Coronel, não é um artista que recebeu atenção na mesma escala que muitos dos seus colegas, mas Cropper é um músico vencedor do Grammy que apoiou grandes nomes da música por quase 60 anos, sendo que Hendrix não tinha nada além de admiração por ele.

Cropper trabalhou com uma lista ilustre de nomes como Otis Redding, John Lennon, John Prine, The Jeff Beck Group e Bob Dylan, além de bandas como Booker T. & The MG's. Quando os seus caminhos se cruzaram, ambos ainda não haviam se estabelecido como guitarristas de prestígio da forma que conhecemos, pois eles ainda estavam no âmbito de serem somente músicos de estúdio.


Em 1964 e antes da fama, Hendrix compareceu no Stax Studios em Memphis e foi a 1ª página de uma linda amizade. Cropper relembrou numa entrevista para o site Louder Sound: “Eu estava mixando no estúdio naquele dia e não queria ser incomodado, mas a secretária entrou na sala de controle e me disse: 'Esse cara veio de carro de Nashville para ver você'. Eu disse a ela que não podia ver ninguém no momento. Eventualmente, por volta das 17:00hs da tarde, saí para comer um cheeseburger e ele ainda estava lá do lado de fora do estúdio me esperando”.

Cropper acrescentou: “Não sei se ele estava procurando emprego ou não, mas começamos a conversar e ele disse que havia acabado de tocar em uma sessão de estúdio para Don Covay em New York. Eu disse a ele: ‘Sério? Esse é um dos meus artistas favoritos. Você pode me mostrar o que você tocou na gravação?' Então, eu o levei para o estúdio, dei a ele uma guitarra e ele a virou de cabeça pra baixo com as cordas invertidas. Eu pensei na hora: 'Porra, não vou conseguir aprender as notas dessa forma!' Essa pessoa era Jimi Hendrix e nos tornamos bons amigos a partir desse dia".

Quando se tratava de guitarra, eles se uniram por seu intenso amor compartilhado pelo instrumento e começaram a sair juntos para formalizar a amizade que estava brotando entre eles. Hendrix ainda estava para se tornar "O" Jimi Hendrix que conquistaria o mundo e em sua perspectiva, Cropper foi uma parte crucial no seu desenvolvimento artístico.

O ex-baixista de Hendrix, Billy Cox (que foi o 2º baixista do grupo e ficou até o seu final), falou sobre a influência de Cropper numa entrevista em 2014: “Nessa época em particular quando Jimi Hendrix conheceu Steve Cropper, ele ainda estava em sua infância musical, sabe? Steve e a sua banda, Booker T. & The M.G's, estavam na época produzindo muitas das músicas de R&B que eram tocadas nas rádios e Hendrix copiou um pouco disso antes dele assumir a sua própria personalidade".

A mensagem de Cox corrobora com o que Jimi Hendrix disse uma vez sobre Cropper: “Steve Cropper me empolgou milhões de anos atrás e eu o empolguei milhões de anos atrás também quando nos conhecemos, mas tudo por causa de tocarmos músicas diferentes um do outro... Ele me mostrou muitas coisas novas na guitarra”.

A amizade deles ajudou os dois músicos a evoluírem como artistas e eles aprenderam com as habilidades notáveis um do outro, o que Hendrix sempre foi agradecido.

























Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page