• by Brunelson

Jimi Hendrix: a repercussão que causou quando chegou na cidade de Londres em 1966


Quando Jimi Hendrix chegou aos ares cinzentos da pequena e velha Inglaterra em 1966, a nação não estava pronta para o tipo de espiral musical caleidoscópica que emanava da sua guitarra.


O seu primeiro show em território britânico foi no clube Bag O’Nails, onde Hendrix enviaria ondas de choque para a realeza do rock da Grã-Bretanha, mas foi numa jam session especial dias antes deste show, que ele destronaria o rei da guitarra, Eric Clapton (foto).


Hendrix sempre estava desesperado para chegar à nova meca da música, Londres, e todas as suas delícias sedutoras. Mas mesmo ele, com todo o seu talento acumulado, não poderia esperar a recepção que receberia quando finalmente pousasse na Europa.


Trazido ao centro da agitada década de 60 pelo seu empresário e baixista da banda THE ANIMALS, Chas Chandler, Hendrix foi escalado para tocar no famoso clube Bag O'Nails e começar o seu domínio no mundo do rock. Mas poucos dias antes do evento acontecer, Jimi foi para a Regent Street Polytechnic para participar de uma jam session com a lendária banda de rock CREAM.


Um membro em particular do CREAM estava ansioso para ver Hendrix tocar, mas talvez o deus da guitarra soberano da época, Eric Clapton, mais tarde se arrependesse de ter dado ao maestro da guitarra os holofotes que ele tanto desejava.


Hendrix sentou-se nervosamente na multidão, esperando o momento oportuno para agir. Nos anos 60 era perfeitamente aceitável, aliás, era de se esperar, que os shows iriam ver vários músicos se revezando no palco. Quando a banda pediu a Hendrix para se levantar e mostrar o que ele sabia fazer, foi um convite sincero.


Hendrix animado com o referido convite, subiu ao palco e pegou uma guitarra para fazer um cover da canção "Killing Floor" de Howlin' Wolf. Eric Clapton havia dito numa entrevista para a revista Planet Rock: “Subimos no palco e Chas Chandler disse: 'Eu tenho um amigo que adoraria tocar com você'”.


Clapton continuou: “Era engraçado, porque naquela época qualquer um podia se levantar para tocar com qualquer um se você fosse convincente o suficiente para tocar. Ele se levantou e explodiu a cabeça de todos. Eu só pensei: 'Ah, alguém que toca as coisas que eu amo pessoalmente, está no palco comigo'. Eu tive o privilégio de estar no palco com Jimi Hendrix, é algo que nada vai superar em mim. Aquela noite foi histórica em minha mente, mas apenas algumas pessoas que estão vivas se lembrariam desse momento”.


Keith Altham, famoso jornalista de rock do jornal The Guardian, anotou o encontro entre Clapton e Hendrix dizendo que se lembra de: “Chandler indo para os bastidores depois que Clapton saiu no meio da música. Clapton fumava furiosamente um cigarro e dizia a Chandler: ‘Você nunca me disse que ele era bom pra caralho’. Claramente, Chandler não só encontrou uma joia de artista, mas também um legítimo candidato ao trono".


Hendrix tomaria o poder de se apresentar com o CREAM e levar Eric Clapton para o seu 1º show em território londrino, agendado no clube Bag O'Nails e que por sua vez, assustaria uma série de músicos incríveis que se prepararam para ver quem era Jimi Hendrix.


Artistas anteriormente intocáveis como Keith Richards, Mick Jagger, Brian Jones, Jeff Beck, Paul McCartney, THE WHO, Eric Burdon e John Mayall, assistiram ansiosos enquanto Hendrix mudava completamente o que significava ser um guitarrista de rock.


O site Open Culture relatou que Mayall também ofereceu algumas palavras sobre este tremendo momento: “O burburinho já rolava antes mesmo de Jimi ser visto por aqui, então, as pessoas estavam antecipando a sua performance e ele mais do que correspondeu ao que esperávamos”.


Embora o show no clube Bag O'Nails fique para a história, as verdadeiras reverberações da chegada de Hendrix em solo britânico foram sentidas na Regent Street Polytechnic.


Isso claramente deixou uma marca no CREAM.


Duas semanas depois, quando o CREAM fez um show no The Marquee Club, Clapton estava usando um permanente crespo e deixou a sua guitarra contra os amplificadores para gerar microfonia, assim como ele viu Jimi Hendrix fazer.


Mais tarde na biografia de Clapton, ele diria: "Me lembro de pensar que aqui era uma força a ser considerada. Aquilo me assustou, porque ele claramente seria uma grande estrela e assim como estamos encontrando a nossa própria velocidade, aqui estava a coisa real”.


Clapton estava obviamente certo e as suas "preocupações" foram validadas, pois até à morte de Hendrix chegando aos dias de hoje, Jimi Hendrix foi e é considerado o maior guitarrista de todos os tempos.


Confira a performance de Jimi Hendrix na TV alemã neste mesmo ano, em 1966, das músicas "Hey Joe" e "Purple Haze" (ambas seriam lançadas no seu 1º álbum de estúdio, "Are You Experienced", 1967):

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead