top of page
  • by Brunelson

Jeff Beck: lembrando de quando viu um show de Jimi Hendrix pela 1ª vez


Assistir ao show de Jimi Hendrix foi uma experiência religiosa para quem teve a sorte de ver o maestro trabalhando.


Até o guitarrista Jeff Beck, um artista mergulhado em seu próprio legado de rock and roll, ficou impressionado na 1ª vez que viu uma apresentação de Hendrix ao vivo.

Jeff Beck já era uma parte crucial da cena londrina quando Hendrix chegou em 1966, que rapidamente se tornou uma sensação na propaganda de boca a boca e todos os músicos que se prezam estavam curiosos para ver o que estava acontecendo em relação à última importação da capital.


Jeff Beck, que era um daqueles que sussurravam sobre um tal novo guitarrista que empunhava a sua guitarra como um machado, não podia acreditar em seus olhos e ouvidos após sentir o primeiro gostinho de presenciar um show de Jimi Hendrix, o que foi uma experiência diferente de tudo o que ele já tinha visto antes.

Por volta dessa mesma época, Jeff Beck se estabeleceu como um dos guitarristas mais técnicos da Europa graças ao seu magnífico trabalho com a banda THE YARDBIRDS e de repente, um novo garoto chegou em Londres para roubar a sua coroa.

Embora fizessem parte da mesma multidão e frequentassem os mesmos clubes no Soho, Jeff Beck e Jimi Hendrix nunca formaram uma amizade particularmente forte, mas o respeito mútuo entre os dois permaneceu.

Hendrix disse uma vez: “Eu só ouvi 01 disco dele, ‘Shapes of Things’, e realmente gostei... Acabei de ouvi-lo e gostei mesmo. Você realmente tem que cavar tudo o que tem e depois obter as suas próprias ideias. Cavar bastante e fazer o suficiente fará com que você gire”.

A distância que Hendrix mantinha de artistas como Jeff Beck também o impediu de ficar impressionado quando percebeu que os seus contemporâneos estavam assistindo as suas performances. Mais importante, o impediu de ser inconscientemente influenciado pelo trabalho deles.

Uma das primeiras vezes que Hendrix tocou no Reino Unido, Jeff Beck estava no meio da plateia e a memória daquele show durou a vida toda para ele.

Sendo entrevistado pela revista Rolling Stone na década de 80, Jeff Beck lembrou: “Provavelmente foi um dos primeiros shows que Jimi Hendrix havia feito em Londres. Foi num pequeno clube no andar de baixo no bairro Queensgate. Era um clube de moda, principalmente para garotas de 18 a 25 anos de idade, onde tinha vários manequins no local, com chapéu e tudo mais... Jimi ainda não era conhecido nessa época”.

Ele acrescentou: “Quando Jimi Hendrix subiu ao palco, eu falei: 'Meu Deus!' Ele começou com o cover de 'Like a Rolling Stone' de Bob Dylan e eu pensei: 'Bom, eu costumava ser um guitarrista'”.

Jeff Beck também falou de suas memórias favoritas de Jimi Hendrix, acrescentando: “O melhor que você poderia ver em momentos fugazes. Depois de 01 ano, quando a minha banda solo tocou no clube Scene em New York no ano de 1968, Jimi estava lá quase todas as noites. Que educação a dele, tê-lo vindo nos assistir. Em uma das noites ele tocou com a minha guitarra, pois ele não estava com a sua e eu acabei tocando baixo. Tem uma foto desse momento por aí, sabe? Jimi está na foto, Ron Wood está ao fundo (guitarrista do ROLLING STONES), mas você nem consegue me ver na foto”.

Apesar de tudo que Jeff Beck havia conquistado em seu ofício, depois de ver Jimi Hendrix num show, o guitarrista ficou impressionado com a inadequação e sabia que nunca seria igual ao que acabara de testemunhar.


A história de Jeff Beck não é nenhuma anomalia e da mesma forma, Hendrix afetou a todos que cruzaram o seu caminho.

















Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page