top of page
  • by Brunelson

Jimi Hendrix: relembrando de quando se apresentou no Isle of Wight Festival em 1970


Jimi Hendrix teve muitas apresentações notáveis em festivais, sendo que o conjunto icônico do gênio da guitarra no Woodstock Festival em 1969, sem dúvida, viverá mais tempo nas galerias da história da música - entre muitas outras demonstrações flagrantes de suas habilidades virtuosas.

Mas um dos seus últimos shows em vida seria igualmente memorável.

O Isle of Wight Festival havia corretamente assumido o seu lugar no auge dos festivais europeus de música em 1970. O evento decrépito, ocorrendo em uma pequena comunidade na costa sul da Inglaterra, deu as boas-vindas ao estranho e maravilhoso rock'n roll para se sintonizar e surtar.

Foi um evento diferente de qualquer outro, o lugar perfeito para um artista diferente de qualquer tipo: Jimi Hendrix.

Tendo ocorrido em junho de 1970, a apresentação de Hendrix, Mitch Mitchell (baterista) e Billy Cox (baixista) é um dos shows finais onde Hendrix iria deixar este planeta em 18 de setembro de 1970. Isso adiciona ainda mais gravidade a uma performance que pesaria muito sobre todos os presentes e para nós que não vivemos aquela época, mas podemos saborear através de filmagens.

Com mais de meio milhão de pessoas assistindo aos eventos do festival, foi um sério aumento aos 150 mil pessoas inicialmente esperadas, mas a magnitude do festival foi algo que pesou muito sobre esta superlotação que contava também com THE DOORS, THE WHO, TASTE (banda de Rory Gallagher), Leonard Cohen e entre outros...




Conforme observado pelo autor Tony Brown, no livro "Hendrix: The Final Days", a namorada de Hendrix na época, Kirsten Nefer, estava preocupada com a natureza imponente da multidão desse festival: “Jimi estava com tanto medo de subir ao palco e com todas aquelas pessoas, tipo, de repente ele se sentiu 'preso', sabe, naquele pequeno camarim enquanto se vestia..."

“Tinha tanta gente lá, sabe, foi terrível... Me lembro de quando saímos do camarim e subimos ao palco, tipo, era como os gladiadores do antigo Império Romano deveriam ter se sentido também”.


Como muitos ídolos, Hendrix começou a se cansar da fama, do aumento dos holofotes e das pressões que isso proporcionava. O guitarrista havia passado da conversa da cidade para um ícone global e o peso da expectativa estava começando a derrubar a estrela.


Mesmo assim, o artista ainda era apenas isso: um artista.

Então, Hendrix se preparou para subir ao palco e enfrentar o público que gritava sem parar, e com uma multidão esperando, não havia muito a fazer além de Jimi Hendrix com a sua banda despejar a sua áurea e psicodelia para saciar a multidão.

Hendrix chegou ao palco sob aplausos estrondosos e começou um dos seus setlists mais lendários de todos os tempos para ser deixado na prateleira ao lado de todos os outros shows. Enquanto nos bastidores Hendrix estava se sentindo vulnerável e com medo das armadilhas que ele poderia receber por navegar sob os holofotes, quando ele tinha a sua guitarra nas mãos não havia ninguém maior ou com mais presença de palco do que Jimi Hendrix.

Todo o evento é capturado com mais precisão no DVD, "Blue Wild Angel: Jimi Hendrix at The Isle of Wight".


Em 31 de agosto de 1970, Hendrix concedeu a sua última entrevista e que havia sido para uma rádio francesa. O radialista lhe perguntou: “Como você tira a sua inspiração?” Hendrix respondeu: “Do povo. Quando eles realmente mostram que estão, você sabe, estão lá com um propósito genuíno para se divertir e nós tentamos fazer o mesmo, você me entende? Contanto que não sejam muito críticos, mas gostaríamos de fazer blues com eles. Não vai me machucar de qualquer maneira".

Confira a performance de Jimi Hendrix no Isle of Wight Festival em 1970, da clássica música "Machine Gun", canção esta que tinha ganhado o seu lançamento oficial no disco ao vivo, "Band of Gypsys" (1970), que foi lançado enquanto Jimi Hendrix era vivo e só apresentou músicas inéditas - seria considerado o 4º e último álbum de Hendrix enquanto vivo:


Comentarios


Mais Recentes
Destaques
bottom of page