top of page
  • by Brunelson

Them Crooked Vultures: a música que Dave Grohl não conseguia entender para tocar bateria


Dave Grohl ganha a vida tocando qualquer coisa que um músico joga em cima dele. 


Mesmo tendo feito a maior parte de seu melhor material como líder do FOO FIGHTERS e baterista do NIRVANA, Grohl tem sido capaz de colaborar com qualquer artista que lhe agrade, tocando ao lado do NINE INCH NAILS enquanto adiciona seu talento característico às jam sessions com artistas como Prince, Tom Petty e Paul McCartney, além de seu projeto solo chamado PROBOT com participações de vários artistas do reino do metal. 



Mas de todas as suas colaborações, Grohl admitiu que uma certa música o atrapalha ao querer tocá-la ao vivo nos shows.


Em 2005, quando o FOO FIGHTERS foi gravar seu álbum duplo, "In Your Honor" (5º disco), o mesmo contou com participações especiais no disco 2 desse álbum, que veio inteiramente acústico. Um dos seus convidados foi Josh Homme, frontman do QUEENS OF THE STONE AGE, amigos desde o início do século com Grohl até gravando a bateria e saindo em turnê com o seu grupo para o álbum "Songs For The Deaf" (3º disco, 2002).


Outro convidado para esse disco do FOO FIGHTERS de 2005 foi o baixista do LED ZEPPELIN, John Paul Jones, e assim, uma amizade entre esse trio começou a se formar, originando uma contribuição musical entre eles em 2009 e que ficaria marcada na história do rock, a banda THEM CROOKED VULTURES.


Embora Grohl emprestasse suas habilidades como um dos melhores bateristas do rock para canções incríveis do THEM CROOKED VULTURES como "New Fang" e "Dead End Friends", uma das músicas mais estranhas também lançada nesse homônimo e único disco do grupo, realmente acabaria bagunçando sua cabeça. 


À medida que o álbum vai pegando sua reta final, eis que nos deparamos com a canção "Reptiles" que se tornou em uma das músicas mais difíceis para a banda gravar no estúdio. Apresentando muitos grooves diferentes de bateria tocando em sincopação, Grohl lembrou que esta canção foi um pesadelo quando ele se sentava atrás do kit da bateria nos primeiros ensaios e depois para gravá-la.


Relembrando sua crescente frustração por não tocar o andamento correto na bateria, Grohl disse uma vez em entrevista: “Só comecei a entender essa música depois de 03 semanas... É uma loucura, cara. Josh Homme me disse que queria que eu ouvisse várias batidas diferentes tocando de uma vez só na frente de um aparelho de som, e então, fiquei ali sentado como cobaia escutando tudo aquilo com fones de ouvido. Cara, eu fiquei tão puto naquele dia e fiquei meio louco, sabe? Eu ficava de péssimo humor porque não entendia essa música quando começávamos a ensaiar e gravar, mas agora eu entendo”.


E Grohl não estava sozinho nessa. Ao escrever a canção, Homme chegou a falar como foi difícil internalizar as diferentes seções da mesma, que muitas vezes apresentavam partes de guitarra tocando em nítido contraste entre si e seu vocal ao longo da música.


Mesmo que Dave Grohl possa ter tido muitos ângulos difíceis para trabalhar ao longo deste seu período no THEM CROOKED VULTURES, nunca houve um desafio criativo que ele não pudesse enfrentar.


"Reptiles"















Comentarios


Mais Recentes
Destaques
bottom of page