top of page
  • by Brunelson

Metallica: frontman cita as músicas do "Black Album" que ele não gosta


Não há muitos discos de metal de outras bandas que correspondam ao pedigree do "Black Album" do METALLICA (5º disco, 1991).

Depois de passar anos como os queridinhos da cena underground do thrash metal na década de 80, o METALLICA iria invadir um novo solo com algumas das músicas heavy metal mais ambiciosas que alguém já tinha escutado e que se tornariam hinos de uma nova geração.

E enquanto a maioria dos fãs estavam curtindo e viajando em canções desse álbum como "Enter Sandman" e "Sad But True", havia algumas músicas que o frontman James Hetfield gostaria de ter dispensado.

Desde o primeiro dia, James Hetfield nunca planejou que o álbum fosse um show de fogos de artifício do começo ao fim. Ao contrário da grande visão do baterista Lars Ulrich para o grupo, Hetfield apenas o viu como o próximo disco da banda, dizendo no documentário "Classic Albums": “Eu sabia que era um monte de boas músicas e isso é tudo o que sempre foi pra mim. Estas são as melhores músicas que podemos escrever e vamos lançá-las nesse disco”.

Porém, com o passar do tempo, Hetfield começou a azedar os seus comentários para algumas das canções que foram lançadas nesse álbum.


Depois de 01 década desde o seu lançamento e sendo entrevistado pela revista Playboy, Hetfield citou 03 músicas que não lhe agradou: “Há algumas canções lançadas no 'Black Album' que eu não gosto. 'Through The Never' foi meio que um pouco maluco pra nós. 'Don't Tread on Me' provavelmente não é uma das minhas músicas favoritas e 'Holier Than Thou' foi uma das canções mais tolas que já criamos, sendo formada mais no estilo antigo de composição".

Embora existam alguns fãs que defendem o "Black Album" de cima a baixo, é difícil negar a opinião de Hetfield em algumas de suas escolhas. Apesar de ter alguns ganchos fortes, a música "Through The Never" tende a ser uma recauchutagem flagrante das músicas que eles faziam em seus dias de thrash metal na década de 80, especialmente com o riff complicado em cascata do guitarrista Kirk Hammett.

O mesmo poderia ser dito para a canção "Holier Than Thou", mas que mesmo assim está muito longe da opinião inicial de Hetfield. Como Ulrich lembrou, essa música tinha sido escolhida para abrir e ser o single do disco, quando mudaram de ideia e passaram esse bastão para a canção "Enter Sandman". Sem contar que eles escolheram recentemente tocar a música "Holier Than Thou" em um dia da residência semanal que fizeram num programa de auditório da TV americana em 2023.

E enquanto musicalmente a música "Don't Tread on Me" não é nada complexa, pode ser encarada como no mínimo um visual diferente para os pilares do metal, vide a levada da bateria.

Não por menos e novamente, o coração de Hetfield estava mais nas canções introspectivas, seja narrando histórias dementes na canção "Sad But True" ou reviravoltas biográficas nas músicas "The Unforgiven" e "Nothing Else Matters".


Ao falar sobre as suas lutas internas, Hetfield sabia que havia encontrado uma maneira de escrever que poderia agradar a muitas pessoas, concluindo em sua entrevista: “Foram músicas que eram mais sobre mim em vez de outra pessoa... São mais perguntas sobre a vida”.




"Through The Never"


"Don't Tread on Me"


"Holier Than Thou"




















Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page