top of page
  • by Brunelson

Lars Ulrich: baterista do Metallica escolhe o seu álbum menos favorito da banda


Já se passaram 40 anos desde que o METALLICA entrou em cena e lançou o seu 1º álbum de estúdio, "Kill 'Em All" (1983).


No entanto, o baterista da banda, Lars Ulrich, admitiu que luta para se conectar com o seu disco de estreia e acredita que o mesmo soa como uma banda diferente do METALLICA que ele conhece hoje.

Alguns anos antes do grupo lançar esse álbum, Ulrich ainda perseguia o seu sonho de ser um tenista profissional, razão pela qual ele se mudou para os EUA em primeiro lugar (ele nasceu na Dinamarca). Tornar-se baterista de um grupo de metal não estava em sua agenda, mas um show da banda YESTERDAY & TODAY em 1980 o convenceu de que era o caminho que gostaria de seguir.

Depois de assistir a este show, Ulrich de repente teve um insight e decidiu que a música era algo que ele queria na sua vida. Além do show que lhe deu o desejo de se tornar um baterista, Ulrich também percebeu que jogar tênis não era a sua vocação e agora havia um novo sonho que ele queria perseguir.


Logo depois, em 1981 ele se tornou amigo do vocalista/guitarrista, James Hetfield, onde decidiram formar uma banda juntos e Ulrich deu adeus ao mundo do tênis.

Ulrich colocou toda a sua energia na música e o METALLICA logo começou a fazer o seu nome através de shows que realizava pelo Estado da Califórnia, refinando cada vez mais o seu som que foi criado exclusivamente para os palcos.

E olhando para trás e para o menos álbum preferido que ele já gravou, Ulrich deixou claro que sente que não existe um disco ruim do METALLICA, mas o álbum 'Kill ‘Em All' é certamente o que ele menos gosta.

O baterista do METALLICA explicou quando foi entrevistado pela revista Newsweek: “Não fizemos nenhum disco ruim e falando sério e sem me gabar, não encaro nenhum deles como um erro, mas o álbum 'Kill 'Em All' soa como de uma era há muito tempo atrás e com muita energia jovem nele. Mesmo assim, fico muito à vontade com o passado”.

O frontman James Hetfield sente o mesmo em relação à sua oferta de estreia. No entanto, ele acredita que o grupo aprendeu com os seus erros no lançamento seguinte, o álbum "Ride The Lightning" (2º disco, 1984).


Falando nessa mesma entrevista, Hetfield adicionou: “Gosto muito do disco 'Ride The Lightning', porque acho que foi a 1ª vez que fizemos todos parte de uma coisa. Para o álbum 'Kill 'Em All' gravamos aquelas canções, mas eram músicas que tínhamos criado nos 02 primeiros anos de banda, quando ainda tocávamos nos clubes noturnos e em outra formação”.


Hetfield adicionou: “Então, para o disco de estreia nós apenas entramos no estúdio e gravamos, mas não tínhamos permissão para estar lá para escutar a mixagem ou qualquer outra coisa. Já com o álbum 'Ride The Lightning', não havia nenhum empresário nos dizendo: ‘Fique longe do estúdio’, pois estávamos realmente integrados a ele e pudemos ajudar com os sons, ajudar com as ideias e todas essas coisas”.

O som que o METALLICA apresentou ao mundo no álbum "Kill 'Em All" era firmemente o grupo ainda na sua infância, sendo que eles precisavam se desenvolver para sobreviver. É certamente um disco que captura a essência da juventude e se destaca como um monólito de outro tempo que nunca deveria ser recriado.


"Hit The Lights" (Disco: "Kill 'Em All")










Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page