top of page
  • by Brunelson

Radiohead: a história por trás da canção "Exit Music"


Poucos álbuns definiram o final dos anos 90 como "OK Computer" do RADIOHEAD.

Sendo o seu 3º disco e lançado em 1997, essa banda britânica demonstrou um nível dramático de crescimento e maturidade musical. Embora o RADIOHEAD tenha impressionado os críticos logo em seu 1º single lançado, que foi a música "Creep" (1º disco, "Pablo Honey", 1993), e em clara ascensão em seu 2º álbum de estúdio, "The Bends" (1995), seria com o disco "OK Computer" que o grupo receberia o rótulo de obra-prima e que foi um álbum divisor de águas na história do rock.

Em vez de se inclinar para a escrita pessoal e melancólica que informou no disco "The Bends", o vocalista Thom Yorke canalizou sentimentos de isolamento e alienação no álbum "OK Computer".


Os temas predominantes incluem desilusão capitalista, consumismo, distopia e turbulência política, enquanto se desenha em vários gêneros para acompanhamento musical. Ao longo de sua audição, sintetizadores se fundem com instrumentos de cordas, técnicas de música clássica, riffs desenfreados de guitarra e influências de jazz da vanguarda.

Muitas canções icônicas podem ser encontradas no álbum - que mais parece uma coletânea do início ao fim - como "Karma Police", "Airbag", "Paranoid Android", "The Tourist", "Lucky", "Let Down" e "No Surprises", porém, há uma música que sempre é usada na mídia, apesar de nunca ter sido lançada como single que é "Exit Music".

Esta canção é incrivelmente cinematográfica, tornando-a o complemento perfeito para muitas trilhas sonoras para filmes e televisão. Ela pode ser ouvida no filme "Romeu & Julieta" e seriados como "Black Mirror", "Westworld" e outros.

Na verdade, Yorke escreveu a música "Exit Music" especificamente para o filme de 1996, "Romeu & Julieta". Claramente, o vocalista gostou tanto da canção que a incluiu no disco "OK Computer". O filme incluiu músicas de várias bandas, como do BUTTHOLE SURFERS e GARBAGE. O RADIOHEAD também forneceu outra canção para esse filme, "Talk Show Host" (ficou de fora do 2º disco).

A música "Exit Music" continua sendo um destaque, graças à sua construção incrivelmente atmosférica que eventualmente explode em um crescendo dramático, com Yorke canalizando o seu conhecido falsete em seu vocal. A música é arrepiante, marcando um dos momentos mais emocionantes do RADIOHEAD em sua carreira.

Liricamente, reflete a esperança de Romeu e Julieta de fugirem juntos de sua cidade, com Yorke cantando: "Hoje nós escapamos". Infelizmente, sabemos como essa história termina em tragédia, com Yorke exclamando: “Agora somos um em paz eterna”.

Em 1997, Yorke explicou à revista Humo que sempre se interessou pela história de Romeu e Julieta: “Quando vimos a cena em que Julieta segura o revólver contra a sua cabeça, começamos a trabalhar imediatamente na música. Eu já tinha algo com Romeu e Julieta há muito tempo, sabe? Eu tive uma queda pela atriz Olivia Hussey durante bom tempo em minha vida, que foi a atriz que interpretou Julieta nos anos 60".

Yorke acrescentou: “Vi o filme original pela 1ª vez quando tinha 13 anos de idade. Simplesmente não conseguia acreditar por que Romeu e Julieta, depois de fazerem amor, não fugiram juntos. Romeu deveria ter feito as malas, pulado pela janela e fugido com ela!" Isto se reflete na letra de Yorke, onde ele canta: "Faça as malas e vista-se / Antes que o seu pai nos ouça".

Em entrevista para a revista Rolling Stone, RADIOHEAD discutiu o processo de criação da canção "Exit Music", que foi parcialmente inspirada por Johnny Cash.

Yorke explicou: “O diretor me enviou 02 cenas aleatórias do filme. Uma é onde eles se encontram pela 1ª vez perto de um pequeno tanque de peixes, já a outra eu não me lembro. Eu já tinha um esboço de uma música que estava pela metade, sendo que depois fiquei totalmente obcecado com aquele show que Johnny Cash havia feito na prisão em 1968".

O produtor do RADIOHEAD, Nigel Godrich, que trabalha com a banda desde o álbum "OK Computer" até hoje e que também estava nessa entrevista, acrescentou: “Ouvimos muito este show de Johnny Cash que ele havia feito na prisão de Folsom em 1968. No início da canção 'Exit Music', a voz vem muito alta e isso foi algo que chamou a nossa atenção com essa apresentação de Johnny Cash. Também ouvimos muito a banda REMY ZERO, pois Colin Greenwood (baixista) gosta muito deles... Ele também gosta de sons de animais de estimação”.

O guitarrista Jonny Greenwood também compartilhou os seus pensamentos sobre essa música: “Eu me lembro de trabalhar nos acordes junto com Thom para a parte do refrão, o que foi realmente meticuloso. Tivemos que reaprender como realmente nos concentrar e focar em algo pequeno e trabalhar nisso de maneira adequada, sabe? E não apenas dizer: 'Ok, isso deve servir'. Olhávamos como os acordes se encaixavam, para não se tornarem muito longos e entediantes. Me lembro de ter ficado muito cansado em ficar me concentrando nessas coisas”.

Embora a canção "Exit Music" tenha sido criada antes das sessões de gravação do disco "OK Computer", ela continua sendo uma das pedras angulares desse álbum e a sua atração emocional continua cativando novos ouvintes há décadas.


"Exit Music"
























Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page