• by Brunelson

Radiohead: vocalista explica as letras da clássica música "Paranoid Android"


Qualquer um que tenha visto o documentário do RADIOHEAD de 1998, "Meeting People is Easy", sabe como esse título é irônico. O documentário dirigido por Grant Lee oferece um retrato íntimo de um dos grupos mais notoriamente insulares do rock: RADIOHEAD.

É uma palavra que já foi usada inúmeras vezes sobre um dos pioneiros do rock alternativo, mas o RADIOHEAD é muito mais do que isso, não se restringindo a nenhum termo redutivo, impreciso e fácil de rotular.

Ao colocar câmeras em pontos estratégicos, o diretor do documentário capturou a dificuldade do vocalista Thom Yorke em lidar com as pressões da fama. Uma pessoa naturalmente tímida, muitas vezes parece que Yorke simplesmente não estava preparado para a magnitude do sucesso do RADIOHEAD e nem para o impacto que isso teria em sua vida pessoal.

De fato, a luta de Yorke com esse aspecto de sua carreira influenciou uma das músicas mais conhecidas da banda e que carimbou o seu lugar na história do rock.

Durante a composição do álbum divisor de águas, "OK Computer" (3º disco, 1997), Yorke se viu em Los Angeles pulando de bar em bar com um grupo de amigos. Nessa época, RADIOHEAD já era uma das bandas mais famosas do planeta e apesar de terem lançado apenas 02 álbuns de estúdio naquele momento, eles tinham conquistado os EUA (e o mundo) com o seu single de estreia, a música "Creep" (1º disco, "Pablo Honey", 1993).

Então, quando Yorke decidiu sair na noite de Los Angeles para uma bebida comemorativa, ele rapidamente se viu cercado por fãs obsessivos e perseguidores da cena com os quais ele não conseguia se identificar.

A experiência, como lembrou Yorke uma vez sendo entrevistado em seu quarto de hotel em New York para a revista Rolling Stone, inspiraria a clássica canção "Paranoid Android" e que seria lançada no álbum "Ok Computer": “As pessoas que vi naquela noite eram como demônios de outro planeta”, ele começou. “Todo mundo estava tentando tirar algo de mim. Senti como se o meu próprio 'eu' estivesse desmoronando na presença disso, mas também me senti completamente parte daquilo e parecia que tudo iria desabar a qualquer minuto”.

A intensidade daquela noite permaneceu em Yorke por algum tempo. Até aquele momento, ele não havia experimentado uma reação tão visceral do público, ou de fato, notado a sua própria incapacidade de se conectar com essas pessoas. A atitude com que o trataram, como se fosse um mineral precioso pronto para ser extraído, deixou o vocalista do RADIOHEAD inquieto e vulnerável.

No entanto, permitiu que ele superasse o grave caso de bloqueio como escritor que o incomodava há algum tempo: “Estávamos ensaiando a música 'Paranoid Android' há meses, mas a real letra desta canção veio a mim às 05:00hs da manhã do outro dia. Eu estava tentando dormir quando literalmente ouvi essas vozes que não me deixavam em paz. Eram as vozes das pessoas que eu tinha ouvido no bar. Só depois acabei sabendo que aquele local era um antro de viciados em cocaína, mas eu não sabia disso... Ou seja, basicamente a letra dessa música trata-se apenas sobre o caos, o caos total”.

A canção "Paranoid Android" é um encapsulamento perfeito sobre o isolamento - auto induzido ou não. De muitas maneiras, é uma reação à crescente desilusão que Thom Yorke estava sentindo em um momento em que o RADIOHEAD estava experimentando níveis de notoriedade que nunca haviam previsto.

Yorke ainda falou nessa entrevista: “A paranoia que senti na época estava muito mais relacionada à forma como as pessoas se relacionavam, sendo que eu estava usando a terminologia da tecnologia para expressá-la. Tudo o que eu estava escrevendo era na verdade uma maneira de tentar se reconectar com outros seres humanos quando você está sempre em movimento, andando e viajando por aí".

“Era sobre isso que eu tinha que escrever porque era isso que estava acontecendo, o que por si só incutiu uma espécie de solidão e desconexão”, concluiu Yorke.

No entanto, como acontece com muitas músicas do RADIOHEAD, Yorke conseguiu criar algo surpreendentemente belo e universal a partir de uma situação sombria e "noiada".


"Paranoid Android"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques