top of page
  • by Brunelson

Kirk Hammett: guitarrista do Metallica e a música que lhe incomoda por um erro seu na gravação


Quando se trata do gênero metal, o METALLICA é o mais clássico possível.

Seja você um fã dedicado ou não, a música deles certamente permanecerá na consciência cultural. Eles não apenas possuem uma presença histórica e lendária na indústria da música, mas ainda estão ativos até hoje, continuando a lançar álbuns de estúdio (11 no total) e se apresentando em estádios no mundo inteiro.

E um dos principais membros e compositores contribuintes do METALLICA desde os primeiros dias, não é outro senão o guitarrista Kirk Hammett. Ele se juntou ao grupo em 1983 e está até hoje na banda, substituindo o guitarrista Dave Mustaine na época (frontman do MEGADETH) e tendo tempo de conseguir participar da gravação do álbum de estreia do METALLICA, "Kill 'Em All" (1983).

No entanto, até os grandes cometem erros e Kirk Hammett não é exceção.

A consciência de pequenos erros durante as gravações de estúdio para músicos não é novidade, mas como a tecnologia evoluiu além dos requisitos de tentativa única para gravar uma música no estúdio, esses erros seriam eliminados gradualmente. Você até pode encontrar erros em gravações recentes, seja por descuido ou proposital, mas muito mais raramente do que encontrávamos em gravações antigas até os anos 80.

Devido à tecnologia de estúdio digital aposentando a gravação analógica em rolos de fita, é bastante simples eliminar qualquer erro e criar gravações limpas e perfeitas. Assim como o artista/compositor/produtor Brian Eno disse uma vez: “A tentação da tecnologia é querer suavizar tudo”.

Isso pode ser parte do motivo pelo qual encontrar pequenos erros e peculiaridades em gravações antigas pode parecer agora o equivalente a ficar procurando o Ovo da Páscoa que o coelhinho escondeu, sendo que Hammett possui o seu próprio erro e que poderá surpreendê-lo.

Em 2002, numa entrevista para a revista Guitar World, Hammett revelou sobre um momento pouco conhecido na discografia do METALLICA e que sempre lhe incomoda.

A clássica música da banda, "Seek & Destroy", lançada em seu disco de estreia, foi gravada no mesmo ano em que Hammett se juntou ao grupo e apresenta um solo de guitarra no nível top da banda. No entanto, quando questionado sobre este solo, Hammett disse o seguinte: “Não houve frescuras, nem contemplação e nem excesso de intelectualização. Em algumas notas deste solo, dobrei as notas fora do tom durante a gravação, sabe? Por quase 20 anos, toda vez que ouço este solo de guitarra, essas notas amargas voltam para me assombrar”.

Claro, ninguém pode estar completamente satisfeito com tudo o que produz, especialmente no início de sua carreira, então, ninguém pode culpar esse membro do Rock and Roll Hall of Fame por se sentir um pouco "assombrado" por aqueles poucos deslizes iniciais. É seguro dizer que, se essa mesma canção fosse gravada hoje, essas notas teriam sido corrigidas ou dobradas corretamente pelas ferramentas digitais.

A música "Seek & Destroy" é certamente um grande retrocesso se você quiser dar uma olhada no quanto Kirk Hammett cresceu como guitarrista até os dias de hoje e como a abordagem de estúdio do METALLICA foi mudando ao longo de sua carreira.


"Seek & Destroy"

























Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page