top of page
  • by Brunelson

Led Zeppelin: qual música não agradava Jimmy Page e que nunca a tocaram nos shows?


LED ZEPPELIN é uma das bandas mais respeitadas na história da música em geral.

Titãs do rock, o quarteto inglês dominou o final dos anos 60 e a década de 70 com a sua abordagem pesada do rock and roll com infusão do blues, onde rapidamente eclipsaram os BEATLES como a banda ativa mais famosa do planeta.

Uma das características definidoras do grupo era que cada membro era um gênio por direito próprio. LED ZEPPELIN era a soma de suas partes e se você tirasse qualquer membro do grupo, sem dúvida a banda não teria a mesma roupagem sonora e poder pelo qual é lembrada até hoje.

Os vocais primitivos do cantor Robert Plant são incomparáveis; o guitarrista Jimmy Page é considerado por muitos o melhor guitarrista de todos os tempos (ou como o 2º melhor atrás de Jimi Hendrix); o baixista John Paul Jones possui a sua formação musical profissional e de estúdio como nenhum outro; e o baterista John Bonham foi indiscutivelmente o maior baterista de rock de todos os tempos.

LED ZEPPELIN proporcionou aos fãs inúmeros momentos incríveis ao longo dos seus 12 anos de carreira, no entanto, a banda nem sempre ficou feliz com a sua produção criativa e parece que houve uma música que eles nunca a tocaram ao vivo, já que o compositor principal dela, Jimmy Page, a "odiava".

Em 1969, a banda lançou o seu 2º álbum de estúdio, o icônico "Led Zeppelin II". Notoriamente, esse disco foi gravado no Reino Unido e nos EUA entre janeiro a agosto de 1969, devido à banda ter uma agenda de turnês lotada na época e a maior parte da composição ter sido feita durante as turnês. Sem surpresa nenhuma, essa urgência transbordou no som desse álbum, criando canções lendárias que vão de "Whole Lotta Love" a "Moby Dick" (citando somente duas).

No entanto, a música que Page odiava e que também foi lançada nesse disco, era "Living Loving Maid", que chegou a ser lançada como lado-b do single de "Whole Lotta Love". A canção foi inspirada por uma groupie que já havia perseguido a banda no início de sua carreira, mas não é por esse motivo que Page não gostava dessa música.

Ele não gostava por achar a canção “descartável” e pelo fato do álbum "Led Zeppelin II" apresentar grandes composições, onde esta seria aquele esforço sem muita singularidade que pra ele é a que apresenta menos qualidade em todo o pacote de músicas que criaram para esse disco - conforme retirado de sua biografia.

É interessante que Jimmy Page tenha uma aversão particular pela canção "Living Loving Maid", já que desde que esse álbum foi lançado em 1969, essa música foi aclamada pelos fãs obstinados do LED ZEPPELIN como uma de suas melhores em toda a discografia da banda (entre os lados-b do grupo).

Refletindo que a opinião de Page é de um inconformista, esta canção realmente chegou às paradas, alcançando a posição nº 65 no ranking dos EUA e na posição nº 93 no Japão.

De certa forma, só aumenta a magia dessa música que Page tanto odiava e que a banda nunca a tocou ao vivo nos shows, polvilhando-a com o tipo de emoção que você só obtém quando está escutando o LED ZEPPELIN.


"Living Loving Maid"


















Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page