• by Brunelson

Led Zeppelin: qual a clássica música da banda que o vocalista não gosta?


As chances são de que, se você é um viciado em música e ela esteve presente durante a maior parte de sua vida, algumas músicas ficarão com você perto do seu coração e outras, bem, elas o seguirão como um cheiro ruim.

Para o vocalista do LED ZEPPELIN, Robert Plant, ele tem lidado com ambas as situações. Isso porque a música que ele odeia do catálogo da sua própria banda, é possivelmente o hit mais adorado pelos fãs mainstream.

A palavra “ódio” pode ser um pouco forte, mas a música que iremos salientar foi tocada consistentemente nos shows do LED ZEPPELIN e na verdade, para muitos, era a atração principal.

Claro, estamos falando de uma das canções mais famosas do mundo, a obra-prima do LED ZEPPELIN, "Stairway to Heaven". Para Plant, a música não é mais um momento transcendente de pureza do rock 'n' roll, mas uma queda em espiral numa escada.

Plant nunca teve medo de oferecer críticas ao LED ZEPPELIN. Apesar do seu merecido lugar na prateleira dos grandes do rock'n roll, Plant ainda é mais do que feliz em querer encontrar "defeitos" em sua própria produção.

Abrindo-se sobre a sua música, Plant relembrou uma vez em entrevista: “Eu percebi que a abordagem dura e viril para cantar que eu comecei na canção de 1966, 'You Better Run', não era realmente do que se tratava. Músicas como ‘Babe I’m Gonna Leave You’, tipo, acho os meus vocais horríveis agora de se escutar, sabe? Eu realmente deveria ter calado a boca naquela época!”

Ainda sim, seria um grande salto pensar dessa mesma forma para a canção "Stairway to Heaven".

A música é amplamente reverenciada como uma das maiores canções de rock da história e é estranho que o seu próprio vocalista não goste dela.

Mas isso aconteceria ainda em muitas bandas...

Na maioria das vezes, a melhor canção de um grupo pode ser supersaturada e popularizada a ponto de até mesmo a própria banda não querer mais tocá-la. Veja a antipatia de Kurt Cobain pelo hino da geração X do NIRVANA, "Smells Like Teen Spirit", percebendo que o brilho dessa música significava que o resto do seu trabalho sempre seria ofuscado. Da mesma forma Thom Yorke e o RADIOHEAD desprezaram a música "Creep" por décadas. E o que dizer do PEARL JAM, voltando a tocar as músicas clássicas do álbum "Ten" com regularidade ("Alive", "Jeremy" e "Black") somente neste século atual.

Robert Plant se cansou de cantar a canção "Stairway to Heaven" e raramente a canta: “Eu teria urticária se tivesse que cantar essa música em todos os shows”, disse o vocalista do LED ZEPPELIN nessa mesma entrevista ao jornal Los Angeles Times em 1988. E não é uma opinião que mudou muito ao longo dos anos.


Mais tarde, Plant chamou esta canção de “aquela música sangrenta de casamento” e chegou a doar US$ 1 mil dólares a um programa de rádio beneficente quando disse que nunca mais cantaria essa música se a mesma atingisse essa mesma meta de pedidos para ser tocada na rádio.

De fato, esta canção é uma das favoritas do guitarrista do LED ZEPPELIN, Jimmy Page, conforme uma entrevista sua para a revista Rolling Stone: “Pra mim, eu pensava que a música 'Stairway to Heaven' cristalizasse a essência da banda. Tinha tudo lá e mostrava a banda no seu melhor como um grupo e unidade. Não estou me referindo aos solos e nem nada, porque ela já tinha tudo lá... Tivemos o cuidado de nunca lançá-la como single e foi um marco para nós. Todo músico quer fazer algo de qualidade duradoura e que se mantenha por muito tempo, e acho que fizemos isso com a música 'Stairway to Heaven'”.

Quer você ame ou não a canção "Stairway to Heaven" ou pense como Robert Plant, é difícil ignorar a qualidade que ela emana. A questão de Plant gostar da música não está em debate – ele realmente não gosta - mas apostamos que, graças a sua sonoridade curativa, ainda podemos encontrar momentos de puro brilhantismo nela.


"Stairway to Heaven" (4º disco, "Led Zeppelin IV", 1971)


Mais Recentes
Destaques