top of page
  • by Brunelson

Jimi Hendrix: por que ele não gostava de ser comparado a Eric Clapton?


Nenhum artista mudou a música tão rapidamente quanto Jimi Hendrix.

Embora muitos apontem para o seu álbum de estreia de 1967, "Are You Experienced", como o momento seminal em que o virtuoso da guitarra concedeu aos anos 60 o empurrão necessário, mas na verdade ele já havia chegado em Londres 01 ano antes, durante a sua estreia na capital se apresentando na Regent Street Polytechnic, quando Eric Clapton estendeu a mão para um jovem guitarrista que estava iniciando a sua nova carreira como protagonista na música.


* Jimi Hendrix: a repercussão que causou quando chegou na cidade de Londres em 1966


* Eric Clapton: falando de quando conheceu Jimi Hendrix e reunião do Cream em 2005


* Jimi Hendrix: quando pediu a Eric Clapton para afinar a sua guitarra em seu 1º show em Londres


* Jimi Hendrix: relembrando 1ª turnê e show em 1966

Este show em 1966 pode ser visto como um ponto de virada para a música britânica. Foi nesse momento, com um músico americano indo a Londres para colocar o seu nome nos holofotes, que ficou claro que Londres era o novo epicentro do rock and roll.

Eric Clapton com a sua banda, CREAM, conheceram Jimi Hendrix através do empresário de Hendrix na época e ex-baixista do THE ANIMALS, Chas Chandler, o qual "descobriu" Hendrix se apresentando num clube noturno em New York e logo apostou em sua carreira o levando para Londres. Depois de Clapton assistir a performance de Hendrix pela 1ª vez, ele havia dito a Chandler: "Você não me disse que ele era tão bom assim!"

Apesar desse choque inicial de egos, Hendrix e Clapton tornaram-se grandes amigos. Os dois guitarristas rapidamente se tornaram os pilares da guitarra blues e rapidamente se afirmaram como figuras de proa do movimento.


* Eric Clapton: Top 07 guitarristas favoritos de todos os tempos


* Eric Clapton: qual a sua música preferida de Jimi Hendrix?


* Eric Clapton: "iria me encontrar com Hendrix na noite de sua morte para dar um presente"

Clapton já havia estado na banda de John Mayall e atualmente estava mudando de direção formando o CREAM ao lado do baterista Ginger Baker e do baixista Jack Bruce, mas para Hendrix, limitar-se a um estilo ou gênero específico era contra intuitivo - ele amava música, especialmente tocar guitarra, por causa de como isso o libertava da normalidade.

Isso não impediu que os críticos musicais fizessem comparações entre Hendrix e Clapton. Com os seus 02 primeiros álbuns já lançados em 1967 e observando os sons expansivos desses discos, Hendrix era rotineiramente colocado na mesma categoria de Clapton. Apesar da amizade deles, ficou claro que Hendrix não estava "pronto" para ser comparado a ninguém.

Isso veio à tona durante uma conversa com o jornalista musical em 1968, Jay Ruby. Hendrix estava discutindo a ideia de ser criticado por sua arte quando disse: “Essa é uma coisa de que não gosto nada. Em primeiro lugar, eles me comparam com Eric Clapton e depois dizem: 'Ok, blues em primeiro lugar', e nós apenas dizemos: 'Mas nós não queremos tocar blues o tempo todo, só quando tivermos vontade'”.

Em seus 02 primeiros discos, Hendrix fez o seu melhor para garantir que cada reviravolta fosse completamente imprevisível - mesmo com algumas pitadas blues aqui e ali - mas em comparação com os álbuns de blues firmes e rígidos que estavam sendo lançados na época pelos seus contemporâneos, os discos de Hendrix estavam a quilômetros de distância em outra direção.

Para Hendrix, foi uma proposta frustrante: “O blues é o que devemos curtir, mas veja, há outras coisas que podemos tocar também”, disse Hendrix nessa mesma entrevista, compartilhando algumas palavras pontuais sobre as comparações entre ele e Clapton. “E nós simplesmente não pensamos da mesma forma, sabe? Às vezes, as notas podem soar assim do mesmo jeito, mas é uma cena completamente diferente entre essas notas”.

Essas palavras não foram dirigidas diretamente a Clapton, porque Hendrix era tão fã de música que ficou claro que Clapton ocupava um lugar especial em seu coração, assim como outros guitarristas de blues como Albert King e Muddy Waters, mas Hendrix, mais do que qualquer outro artista, representou a mudança das marés quando se tratava de gênero e estilo.


* Jimi Hendrix: nomeando os seus 09 guitarristas preferidos

Jimi Hendrix deixou claro que ser um purista era uma escolha a ser feita e não há nada de errado nisso, assim como cada um é um indivíduo singular na vida.

Sendo o "garoto-propaganda" do movimento da contracultura, as performances selvagens de Hendrix significariam o momento em que a ideia do artista musical foi estabelecida. Ele não foi confinado por uma banda e nem retido por categorização ou estilo. Hendrix era um ser humano livre, salvo por sua guitarra e determinado a continuar a fortalecer sua alma.

Mais Recentes
Destaques
bottom of page