top of page
  • by Brunelson

Grunge: Top 50 melhores álbuns pela Revista Rolling Stone - nº 7



7) Banda: TEMPLE OF THE DOG

Disco: "Temple of The Dog" (1º álbum, 1991)


A morte do vocalista do MOTHER LOVE BONE, Andy Wood, ocorrida em março de 1990, deixou a comunidade do rock de Seattle completamente devastada.

O líder carismático era amigo íntimo e dividia o mesmo apartamento com Chris Cornell, que despejou toda a sua mágoa em novas músicas como “Say Hello to Heaven” e “Reach Down”.

Em seguida, Cornell convidou o baixista e guitarrista do MOTHER LOVE BONE, Jeff Ament e Stone Gossard, para formarem uma nova banda com o baterista do SOUNDGARDEN, Matt Cameron (no PEARL JAM desde 1998), com o outro guitarrista do PEARL JAM, Mike McCready, e com uma pessoa que ninguém conhecia na cidade e que tinha acabado de chegar de San Diego, California, um cara chamado Eddie Vedder.

Todos eles decidiram se unir e homenagear Andy Wood, gravando o único álbum de estúdio homônimo do TEMPLE OF THE DOG de 1991.

E a banda não foi formada necessariamente para que se torna-se um grupo de carreira, com Chris Cornell dizendo para a revista Rolling Stone em 2016: “Foi num momento que estávamos passando que era mais importante do que querer vender álbuns com o TEMPLE OF THE DOG. Foi somente um processo catártico e pacificador para nós”.

TEMPLE OF THE DOG tinha se reunido em 2016 e fizeram a 1ª turnê na história do grupo que foi em algumas cidades dos EUA. Entrevistas na época davam a entender que a banda poderia estar gravando um 2º álbum de estúdio e planos para novas turnês.

Depois da chocante morte de Chris Cornell em 2017, as canções de perda e arrependimento do único disco do TEMPLE OF THE DOG adquiriram um novo significado...


"Say Hello to Heaven"


Confira também:












































Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page