top of page
  • by Brunelson

The Who: a história por trás da capa do álbum "Who's Next"


O 5º álbum de estúdio do THE WHO, "Who's Next" (1971), apresenta alguns dos momentos mais memoráveis da banda.



Ele também representa o que alguém poderia argumentar ser o magnum opus da banda e não o seu álbum predecessor, "Tommy" (4º disco, 1969), como muitos afirmam.

No disco "Who's Next" vemos o THE WHO em uma versão refinada e madura daquela mesma banda que ficou conhecida no mundo inteiro com o seu single de estreia em 1965, "My Generation". Consequentemente, muitas das músicas desse 5º álbum são as mais duradouras em sua carreira.

"Behind Blue Eyes", "Won't Get Fooled Again" e "Baba O'Riley" são apenas 03 canções desse disco que ficaram imortalizadas na história da banda, o que lhe concedeu uma linha artística consistente que ajudou a perdurar a importância desse álbum durante todos esses anos.



Chegando ao final das sessões de gravação do álbum em junho de 1971, o THE WHO estava confiante de que o que acabara de gravar seria um sucesso, então e compreensivelmente, eles precisavam de uma chocante imagem de capa do disco para dar o start.

Alguém poderia argumentar que a imagem da capa do álbum "Who's Next" é o mais memorável da banda, ainda mais do que algumas loucuras que eles exporam na capa de outros de seus discos. Apresentando um céu frio e de aparência chuvosa, a banda parece ter acabado de urinar na imponente estaca de concreto que se projeta do solo. A imagem era perfeita para o futurismo que sustentava o disco e para a afinidade da época com todas as coisas de ficção científica.

Parados e fechando o zíper de suas calças, a imagem da banda dá a impressão de que eles não sabem que estão sendo fotografados e só podemos imaginar que isso veio de propósito como parte da direção do fotógrafo da banda, Ethan Russell. Apenas como registro, o local da foto foi retirada na antiga cidade mineira inglesa de Easington Colliery.

Claro, o fator mais marcante da imagem é o que parecem ser as manchas de urina que os 04 membros do grupo deixaram no monólito de concreto, no entanto, Russell revelou que as manchas não eram realmente da urina dos membros da banda: “A maioria dos membros do grupo não estavam com vontade de urinar, então, despejamos água da chuva que tínhamos de uma lata de filme vazia para obter o efeito desejado”. Na verdade, apenas o guitarrista Pete Townshend conseguiu "se aliviar naturalmente".

A decisão da imagem da capa do álbum veio de uma conversa que John Entwistle (baixista) e Keith Moon (baterista) tiveram sobre o filme do diretor Stanley Kubrick, "2001: Uma Odisseia no Espaço", instilando-a com a ficção científica das letras das músicas que foram lançadas nesse álbum, além da laje de concreto, onde eles se inspiraram nos monólitos misteriosos que aparecem no filme do diretor Stanley Kubrick.

E o céu frio e cinzento também foi adicionado posteriormente. A sua adição deu à imagem da capa o que Russell viu como “essa qualidade sobrenatural”. Funcionou e a decisão de alterar o céu realmente criou uma essência futurística sombria à capa, o que ajudou a aumentar os sons inovadores do álbum.


Juntos, o pacote que eles criaram é um dos mais elogiados e consistentes em toda a história do rock'n roll e sem dúvida um dos melhores álbuns que o THE WHO lançou.


"Baba O'Riley"



















Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page