top of page
  • by Brunelson

The Who: a história por trás da clássica canção "My Generation"


A música "My Generation" da banda THE WHO é um hino de rebelião da contracultura por excelência, que ainda parece tão furioso e fresco hoje em dia como de quando foi inicialmente lançado há 56 anos atrás.


A canção incorpora de todo o coração aquele espírito ardente que fez milhões se apaixonarem pela banda e mais importante, foi a canção definidora que resumiria a mudança de atitude britânica na década de 60.


Sabemos desde sempre que o jeito de cantar com gagueira pelo vocalista Roger Daltrey nesta canção, é proposital e emulando os efeitos que as anfetaminas fazem - substância usada de praxe pelo grupo por um bom tempo.

A música, escrita pelo guitarrista Pete Townshend, originou-se de um sentimento de solidão, um período em que o músico se sentia como se não pertencesse ao mundo enquanto escrevia a letra durante uma viagem de Londres a Southampton. O sentimento de estar perdido é especialmente comovente em suas letras, deixando o narrador numa situação que o deixa com a sensação de não se encaixar na sociedade.

Um mito que envolve esta canção é que ela foi escrita sobre a Rainha da Inglaterra. Um cenário estranho em face disso, mas considerando que o guitarrista manteve o seu veículo estacionado por dias em frente à sua casa na estrada entre a Clarence House e o Palácio de Buckingham, e que um dia o carro inexplicavelmente desapareceu, é um tanto plausível.

“Bom, é verdade que o meu carro foi rebocado na frente da minha casa, mas as letras da música 'My Generation' não falam sobre isso”, disse o guitarrista à Radio X em 2019. “Esta canção foi inspirada pelo fato que eu senti, como artistas que somos, que tínhamos que traçar uma linha entre todas as pessoas que estiveram envolvidas na 2ª guerra mundial e todas as pessoas que nasceram logo no final da guerra”, acrescentou Townshend.

“Aquelas pessoas sacrificaram muito por nós, mas não foram capazes de nos dar nada. Sem orientação e sem inspiração, nada realmente. Não tínhamos permissão para decidir se queríamos entrar no exército, não tínhamos permissão para falar e era esperado que calássemos a boca e desfrutássemos do silêncio... É claro que decidimos não fazer nada disso”, concluiu o guitarrista.

A música "My Generation" tem tudo a ver com resistência, mesmo que seja apenas no aspecto emocional e se recusar a aceitar a merda que se esperava que acontecesse em seu caminho. A geração de Townshend, que nasceu logo após a guerra, passou por uma situação um tanto estranha, já que o mundo estava evoluindo em um ritmo relâmpago e esta canção é a maneira do THE WHO reivindicar a sua parte fundamental dessa mudança radical de paradigma que estava acontecendo na sociedade.

A fúria da faixa-título "My Generation", lançada no disco de estreia em 1965, é o que a tornou relevante ou identificável para adolescentes angustiados nos últimos 56 anos.


Tornou-se um apelo para que os jovens desprivilegiados façam a si mesmos e seus sentimentos sejam ouvidos. Embora a música não tenha qualquer influência política real, o que ela oferece são para todos aqueles jovens insatisfeitos com uma voz, um hino para chutar e gritar para quem quiser ouvir.


"My Generation"


Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page