top of page
  • by Brunelson

Marky Ramone: as 05 músicas punk rock preferidas do baterista dos Ramones


O baterista dos RAMONES, Marky Ramone, emprestou à banda um certo ar de mistério.


Sempre à espreita no fundo do palco, olhos escondidos atrás de uma franja e de óculos escuros, o baterista já era um rosto familiar na cena punk rock do centro de New York quando se juntou ao grupo em 1978.

E uma vez, a lenda do punk nomeou as suas 05 músicas punk rock favoritas, algumas das quais podem surpreendê-lo...


* Ramones: Top 10 bandas punk rock do guitarrista Johnny Ramone


* Joey Ramone: quais eram as atuais 05 bandas favoritas do vocalista dos Ramones em 1989?


* Ramones: qual era a banda favorita do vocalista Joey Ramone?


* Joey Ramone: os 06 álbuns preferidos que ele levaria para uma ilha deserta


* Ramones: qual a banda que inspirou a clássica canção "Blitzkrieg Bop"?


* Joey Ramone: como um show do The Who fez ele querer formar os Ramones?


* Led Zeppelin: como eles inspiraram os Ramones a criarem o punk rock?


* Motorhead e Ramones: Lemmy Kilmister e Joey Ramone explicam a ligação musical entre eles


* Ramones: a influência que tinha do rockabilly e de grupos femininos dos anos 60


A carreira musical de Marky começou em 1971, quando ele começou a tocar bateria para a banda DUST, uma banda de hard rock do Brooklyn de New York formada em 1969 por Kenny Aaronson e Marc Bell (ele mesmo). Marky gravou 02 álbuns com esse grupo antes de entrar no mundo do punk rock no final de 1972, após fazer um teste para o NEW YORK DOLLS. Por ter bombardeado a audição tocando muitos preenchimentos desnecessários, ele não foi escolhido, mas aquilo já era punk rock, com o baterista que conseguiu o emprego no NEW YORK DOLLS, Jerry Nolan, dizendo uma vez que, para tocar punk rock, tem que ser realmente um bom baterista, pois Nolan não sabia tocar direito.

Em meados dos anos 70, Marky tocava com Richard Hell & The Voidoids. Ele foi quem gravou a bateria em sua estreia pioneira dessa banda, a música "Blank Generation".


* Richard Hell: a trajetória do baixista pelo Television, The Heartbreakers e The Voidoids


Durante uma entrevista para a revista Rolling Stone, Marky nomearia esta canção como uma de suas músicas punk rock favoritas: “Eu estava nessa banda”, explicou Marky. “Essa música falou pela população na época em que o clube CBGB estava acontecendo todas as noites... Reflete um momento no tempo”.


* 03 performances marcantes de bandas no clube CBGB


* CBGB: relembrando a última noite de show na despedida do clube em 2006


* Ramones: 1ª performance filmada no clube CBGB em 1974


* Dead Boys: subestimado na importância do punk rock, relembre show no clube CBGB em 1977


* Bad Brains: como eles mudaram a história do punk rock?


* Bad Brains: relembrando show de estreia no clube CBGB em 1979

Em 1978, o baterista original dos RAMONES, Tommy Ramone, estava mais interessado (e cansado) em se dedicar à produção e gestão dos RAMONES, do que fazer parte da banda tocando nos picos e viajando junto numa van apertada com a família RAMONES. Com isso, ele convidou Marky para assumir o seu lugar na bateria.

Marky tocou com os RAMONES pelos próximos 05 anos, gravando 04 álbuns de estúdio, aparecendo no filme "Rock 'n' Roll High School" e vários videoclipes da banda. Ele também trabalhou de perto com o famoso e infame produtor Phil Spector, que, de acordo com o baixista Dee Dee Ramone, uma vez ameaçou a banda com um revólver:


“Ele apontou a arma para o meu coração e fez sinal para que eu e o resto da banda voltássemos para a sala do piano”, escreveu o baixista em sua autobiografia. “Ele só colocou a pistola no coldre quando se sentiu seguro de que os seus guarda-costas poderiam assumir, então, ele se sentou em seu piano de cauda preto e nos fez ouvi-lo tocar e cantar a música 'Baby, I Love You', até bem depois das 04:30hs da madrugada".


* Ramones: a resenha do álbum "End of The Century"


* Ramones: quando o produtor Phil Spector apontou uma arma para a banda

Em 1983, Marky foi convidado a deixar a banda depois que o seu problema com a bebida se tornou incontrolável. Ele foi substituído por Richie Ramone, que seria substituído em 1987 pelo mesmo Marky Ramone, agora sóbrio e tendo conseguido se livrar do álcool (o baterista do BLONDIE chegou a fazer 02 shows com os RAMONES sob o nome de Elvis Ramones, mas não deu certo).


Marky ficaria com os RAMONES até a sua aposentadoria em 1996, tendo gravado mais 04 álbuns de estúdio com o grupo - além do disco ao vivo "Loco Live" (1991) - e se reagrupando bem no período onde os RAMONES merecidamente alcançariam o mainstream a partir do final da década de 80. Dos 14 álbuns de estúdio que os RAMONES lançaram, Marky gravou a bateria em 08 deles.


E junto com Tommy Ramone, Dee Dee Ramone, Johnny Ramone (guitarrista) e Joey Ramone (vocalista, já falecido na época), Marky foi o único membro incluído junto com os membros originais dos RAMONES no Rock and Roll Hall of Fame em 2002, de todos que passaram pela banda tocando bateria e baixo.


Para finalizar, outra canção escolhida de Marky e que ele chama de punk rock, foi "All Day and All of The Night" da banda THE KINKS: “O atrevimento da produção e o som da guitarra de Dave Davies foram os primórdios do punk rock”, concluiu Marky. “Quando ouvi pela 1ª vez, pensei: 'Puta merda!'”

Vale a pena notar que das 05 músicas escolhidas por Marky Ramone, duas delas os RAMONES fizeram covers, são as canções "Surfin' Bird" (3º disco, "Rocket to Russia", 1977) e "7 and 7 Is" (13º disco, "Acid Eaters", 1993)


Confira sem ordem qualitativa nenhuma, as 05 músicas punk rock favoritas do baterista Marky Ramone:

Música: "All Day and All of The Night"

Banda: THE KINKS


Música: "Surfin' Bird"

Banda: THE TRASHMEN


Música: "7 and 7 Is"

Banda: LOVE


Música: "Blank Generation"

Banda: Richard Hell & The Voidoids


Música: "Talk Talk"

Banda: THE MUSIC MACHINE


Mais Recentes
Destaques
bottom of page