• by Brunelson

Joey Ramone: como um show do The Who fez ele querer formar os Ramones?


Se você cortasse a veia de Joey Ramone, ele iria sangrar algum tipo de lodo punk pegajoso raspado do chão do clube CBGB de New York.

Tão arraigado no nascimento de um gênero - punk rock - que mudou a face da música, você seria capaz de sentir o cheiro das ruas debochadas da cidade de New York na áurea de Joey Ramone como o valor de um membro dos RAMONES que sintetizava um movimento.


Ele se tornou o rosto de uma revolução da contracultura e curiosamente foi o THE WHO que desempenhou um papel sísmico em seu desenvolvimento musical.

Na verdade, a trajetória de carreira dos dois atos não foi alinhada no sentido tradicional da coisa, no entanto, o que não pode ser ignorada é a ferocidade que ambos os grupos colocaram em cada grama de seu tempo no palco.


Enquanto o THE WHO se tornou um marco muito lucrativo do circuito em estádios e capitalizou o seu sucesso mainstream, em vez disso, os RAMONES mudaram para uma direção cult com arenas nunca sendo o destino da banda.

No entanto, os RAMONES nunca tiveram grandes planos (alguns) para dominar o mundo, ao contrário do THE WHO, um grupo que sempre manifestou sem remorso os seus sonhos de se tornar uma banda gigante e imparável. Não é exagero dizer que a banda britânica se tornou mais do que apenas uma roupagem musical, mas uma instituição – e o mesmo também pode ser dito para os punks de New York.

O gosto musical de Joey Ramone possui um ethos compartilhado que une a sua coleção de discos, e uma banda que ajudou a formar o que ele mais gosta de ouvir foi o THE WHO. O futuro vocalista dos RAMONES viu um show do THE WHO quando tinha apenas 16 anos de idade e foi uma experiência que mudou a sua vida.


A versão de Joey de quando saiu daquele show naquela noite, era uma entidade diferente daquela que havia entrado no mesmo teatro algumas horas antes.

“Quando eu tinha 16 anos, vi o show do THE WHO”, lembrou Joey Ramone para a revista Entertainment Weekly em 1990. “Foi a primeira vez que eles tocaram nos EUA. Foi um show no teatro RKO na rua 59 em New York. Também vi o show do CREAM e ambas as bandas estavam pela 1ª vez nos EUA... CREAM eram ótimos, mas o THE WHO me surpreendeu".

“Os personagens e os seus visuais... Pete Townshend (guitarrista) e Keith Moon (baterista), tipo, foi a melhor coisa que eu já tinha visto e pensava em montar uma banda e quando fosse me apresentar, iria querer explodir a mente das pessoas assim também”, acrescentou Joey Ramone.

Além disso, Joey conseguiu realizar o seu sonho de adolescente quando os RAMONES colaboraram com Pete Townshend em um cover do THE WHO, a canção "Substitute", para o álbum de covers dos RAMONES lançado em 1994, "Acid Eaters" (13º disco), onde contaram com o lendário guitarrista do THE WHO oferecendo os backing vocals.

Numa entrevista para a revista Rolling Stone naquela época, Joey falou: “Foi um verdadeiro destaque pra mim, porque eu sempre fui um grande fã do THE WHO desde a primeira vez que eles vieram aos EUA e Townshend sempre foi uma espécie de mentor invisível pra mim".

Ele adicionou: “Pete Townshend estava na cidade e quando soube que estávamos gravando essa música do THE WHO, ele apareceu no estúdio, ouviu a nossa gravação e ficou todo animado”, lembrou Joey Ramone. “Eu estava muito nervoso porque no dia em que ele apareceu no estúdio, era quando eu estava gravando os vocais para essa música. Eu nunca o tinha conhecido antes pessoalmente, apenas o vocalista Roger Daltrey em 1980 na cidade de Londres” - diga-se de passagem, esta última uma reunião que não foi tão tranquila com o vocalista do THE WHO oferecendo bizarramente conselhos de moda aos RAMONES.


* Joey Ramone: quando conheceu o vocalista e o guitarrista do The Who

É saudável relembrar como Joey Ramone fez a transição com sucesso de um fã de olhos arregalados aos 16 anos de idade observando atentamente Pete Townshend no palco, para ser o seu colaborador de estúdio numa gravação dos RAMONES tocando um cover do próprio THE WHO.

A vida pode funcionar de maneiras milagrosas e de todas as conexões que Joey Ramone fez através da música, poucas amizades tiveram tanto significado pessoal quanto esta.


"Substitute"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques