top of page
  • by Brunelson

Rage Against The Machine: emitindo comunicado agradecendo à indução ao Hall of Fame 2023


RAGE AGAINST THE MACHINE agradeceu ao Rock and Roll Hall of Fame por reconhecer a sua "música e missão", onde a banda finalmente foi eleita pelos jurados a ingressar à classe de 2023, cuja cerimônia será realizada em novembro.


Após 05 indicações, agora o RAGE AGAINST THE MACHINE é membro do Hall of Fame. O grupo é um dos mais improváveis a ser eleito na história do Hall of Fame, não por sua história e competência musical, mas por ser uma banda notoriamente "outsider" dos desejos e normas do mainstream.

Ontem (03/05/2023), o grupo emitiu um comunicado em rede social agradecendo ao Hall of Fame por “reconhecer a música e a missão do RAGE AGAINST THE MACHINE”. Eles também chamaram a indução de “uma trajetória surpreendente”.

“Somos gratos a todos os fãs apaixonados, aos muitos co-conspiradores talentosos com quem trabalhamos e a todos os ativistas, organizadores, rebeldes e revolucionários do passado, presente e futuro, que inspiraram a nossa arte”, disse a banda em outra parte desse comunicado.

O grupo listou as causas sobre as quais eles falam abertamente, incluindo a sua “oposição à máquina de guerra dos EUA, supremacia branca e exploração”.

RAGE AGAINST THE MACHINE passou a marcar na história as suas grandes conquistas, incluindo processar o governo americano por usar a sua música como forma de tortura na prisão na Baía de Guantánamo, por fechar a Bolsa de Valores de New York em 01 dia e defender figuras sócio-políticas, além de apoio a greves e vários shows com arrecadações beneficentes.


Essa banda de rapcore lançou o seu disco homônimo de estreia em 1992, sendo que eles possuem somente 04 álbuns de estúdio (com 01 só de covers). Em 2000 eles se separaram, retornando em 2007 fazendo somente shows e entrando novamente em hiato no ano de 2011 sem terem lançado nenhum material inédito.


Em 2019, foi anunciado novamente o retorno do grupo com turnês agendadas nos EUA e Europa, mas devido a pandemia, tudo foi cancelado. Em 2022, foi dado o ponta pé inicial de sua turnê americana, mas logo no 2º show o vocalista Zack de la Rocha sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles, forçando-o a realizar todos os shows restantes da turnê cantando sentado. Com isso, a turnê europeia e a 2ª perna da turnê americana foram canceladas e nenhuma data foi anunciada até o momento.




"Settle For Nothing" (1º disco, "Rage Against The Machine", 1992)


"Without a Face" (2º disco, "Evil Empire", 1996)


"Mic Check" (3º disco, "The Battle of Los Angeles", 1999)


"In My Eyes" (4º disco, "Renegades", 2000) - cover MINOR THREAT


Comentários


Mais Recentes
Destaques
bottom of page