• by Brunelson

Soundgarden: revelado pagamento ao produtor do álbum "Superunknown"


Michael Beinhorn, produtor do 4º álbum de estúdio do SOUNDGARDEN, "Superunknown" (1994), revelou que recebeu da banda U$ 400 mil dólares para gravar este clássico álbum da história do rock.


* Soundgarden: "os três primeiros álbuns possuem uma 'gordura' no som", disse produtor do 4º disco


* Soundgarden: existe uma música gravada com Jerry Cantrell nas demos do disco "Superunknown"

Em recente entrevista para o podcast Cobras and Fire, ele disse:

“Sim, foi muito bom... Acho que foi cerca de U$ 400 mil dólares para produzir o disco 'Superunknown'”.

Ele acrescentou que não recebeu muito deste valor no início dos trabalhos: “Não muito (risos). É verdade, eu recebi o pagamento mais na parte final do trabalho... Funcionou bem e não há do que reclamar".

Ele também falou mais sobre o método de composição de Chris Cornell neste álbum e pelo seu amor à canção "Black Hole Sun", um dos singles do disco e composta pelo vocalista/guitarrista da banda:

“O que posso dizer é que sem mim essa música não existiria desta forma que conhecemos, mas esta é uma história totalmente diferente para contar. Quero dizer que tudo sobre essa música em termos de partes, ideias e estrutura, eu fiz um pequeno ajuste na música, é isso".


"Mas tudo é devido ao gênio de Chris Cornell e tudo o que os caras do grupo puderam trazer à mesa, como aquela bateria cheia antes do último refrão, que é absolutamente fora desse mundo e que simplesmente saiu do baterista Matt Cameron, toda aquela coisa".

"Além de todas as partes de guitarra, todas as partes vocais de fundo... Me lembro quando ouvi pela primeira vez a demo desta música numa fita cassete e senti como se estivesse anestesiado, tipo, foi incrível e absolutamente lindo".

"Além da forma como essa música surgiu, tipo, eu já tinha recebido um lote de gravações demos e ainda estava recebendo algumas com bastante regularidade de Chris, você sabe, algumas delas eram boas, mas na maior parte eram meio descartáveis".

"Eu estava começando a detectar um certo padrão. Tínhamos, eu diria, talvez 60 ou 70% do álbum, mas ainda estávamos perdendo aquela música épica, realmente épica que ainda estávamos procurando e então, foi como: ‘Eu tenho que falar com esse cara’, porque nós estávamos prestes a entrar num caminho muito ruim se eu não falasse algo sobre isso..."

"Na verdade, eu recebi um lote de 11 músicas e nenhuma delas... Eu as ouvi não muito tempo atrás, elas são muito boas, quero dizer, Chris as escreveu, ele as cantou, mas ainda não parecia que eram de acordo com o padrão do disco que íamos fazer e foi o que eu soube que precisava falar com ele e conversamos".

"Eu queria entrar um pouco em sua cabeça e entender o que o está motivando a escrever esse tipo de música e eventualmente, comecei a perceber que ele estava tentando agradar ao seu público. Chris estava tentando compor músicas que achava que seriam apropriadas para um fã do SOUNDGARDEN, quero dizer, como você pode imaginar, fazer algo assim pode ser extremamente perigoso porque você não sabe realmente quem são essas pessoas".

"Eu expliquei isso a ele: ‘Você está tentando agradar as pessoas cujas experiências não são suas. Elas gostam da sua música porque é você, não porque você está tentando agradá-los, não porque você está tentando fazer algo que lhes dê um certo senso de, eu acho, identificação com o que você está fazendo. Eles se conectam com você porque você é você mesmo. É a sua expressão que é única”.

Confira o áudio de estúdio da música "Black Hole Sun", lançada no álbum "Superunknown" do SOUNDGARDEN:


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques