• by Brunelson

Soundgarden: existe uma música gravada com Jerry Cantrell nas demos do disco "Superunknown"


Michael Beinhorn, produtor do 4º álbum de estúdio do SOUNDGARDEN, "Superunknown" (1994), falou também de uma gravação da banda junto com o guitarrista do ALICE IN CHAINS, Jerry Cantrell - em recente entrevista para o podcast Cobras and Fire.


* Soundgarden: "os três primeiros álbuns possuem uma 'gordura' no som", disse produtor do 4º disco

Seguem alguns trechos:

“Eu perguntei a Chris Cornell, porque estávamos falando sobre fazer algo que fosse mais uma expressão dele, e eu estava lhe dizendo: 'Vá para o seu interior, conecte-se com você mesmo, faça música e escreva o que realmente sair de você'".

"Eu também falava pra ele: 'O que você está ouvindo agora? Que música você ama no momento?' E ele me disse: 'BEATLES e CREAM'. E falei pra ele: 'Ok, escreva uma música que soe como os BEATLES e o CREAM'".

"Chris havia me dito: ‘Bom, e se não soar como o SOUNDGARDEN?’ E lhe respondi: ‘Não se preocupe se não soar como o SOUNDGARDEN. Quando vocês se juntam e tocam música, será o SOUNDGARDEN porque vocês são o SOUNDGARDEN, é muito simples'. E ele me disse: 'Ok, entendi'. Eu ainda lhe disse: 'Não se preocupe com isso, cara, apenas deixe rolar e vai ser ótimo'".

"Duas, três semanas depois desta conversa, ele me mandou uma fita cassete que tinha 04 músicas nela. A primeira música foi 'Fell on Black Days'. No minuto em que ouvi, pensei: 'Ah, sim, ok, isso é muito bom'. A próxima música foi a canção que tinha o guitarrista do ALICE IN CHAINS junto, Jerry Cantrell, mas nós não a usamos pois era muito blues, mesmo ainda sendo uma música muito boa".

"A terceira foi uma canção chamada 'Tighter & Tighter', que acabou sendo lançada só no 5º álbum de estúdio em 1996, 'Down on The Upside', e eu fiquei muito triste com isso porque na verdade tinha gostado muito dessa música quando a ouvi nesta fita cassete e teria adorado tê-la lançada no disco 'Superunknown'. Nós realmente começamos a grava-la, mas a banda não queria mais levar adiante..."

"A última música foi 'Black Hole Sun' e desde o momento em que comecei a ouvi-la, pensei: 'Meu Deus, não sei o que é isso, nunca ouvi nada parecido antes, mas é muito bom'".

"Eu só esperei que a coisa desmoronasse porque geralmente quando as pessoas começam uma música com uma introdução realmente ótima, ela desmorona em algum lugar. Então, estou sempre esperando por esse ponto onde a música vai se dissolver e vou ficar, tipo: ‘Ok, é aqui que entra a minha parte do 'levantamento de peso', tenho que encontrar uma maneira de fazer isso funcionar’, e isso não aconteceu... Esse momento nunca chegou pra mim quando escutava a canção 'Black Hole Sun'".

"Eu apenas continuei ouvindo e esperando que algo desmoronasse, e não aconteceu. Acabei ouvindo a música 15 vezes seguidas e cada vez que a ouvia, ficava mais interessado nela, mais cativado e envolvido com ela. Eu liguei para Chris Cornell e disse: ‘Você sabe de uma coisa? Você é um gênio do caralho. Você escreveu uma música incrível!' E ele me disse: 'Sério? Por quê?'"

"Eu falava, tipo: ‘A música!’. E ele dizia: ‘Qual?’ E foi aí que comecei a perceber que ele nem sabia o que tinha. Alguns sabem o que eles têm e às vezes as pessoas ficam, tipo, 'se achando', sabe? Eu liguei para o resto dos caras da banda no dia seguinte e lhes disse: 'Vocês acreditam nessa música?' E eles disseram: 'Qual música?' Eu disse: 'Aquela música, 'Black Hole Sun', que ele escreveu, é claro!'"

"E todos diziam: ‘Está tudo bem, vamos ver se vamos gravar’. Eu estava, tipo: ‘O quê? Não podemos estar falando sobre a mesma canção aqui. Vocês devem estar brincando comigo! O que ouvi é incrível'. E eles diziam: 'Ah, vamos ver...'”

Confira o áudio de estúdio da clássica música "Black Hole Sun", um dos singles do álbum "Superunknown" do SOUNDGARDEN:


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead