top of page
  • by Brunelson

Creedence: a clássica música que fala sobre a separação da banda


O frontman do CREEDENCE, John Fogerty, possui muitas músicas clássicas em seu nome, incluindo "Bad Moon Rising" (3º disco, "Green River", 1969) e "Fortunate Son" (4º disco, "Willy and The Poor Boys", 1969).


No entanto, em termos de peso emocional, não há nenhuma tão penetrante quanto a canção "Have You Ever Seen The Rain", lançada no álbum "Pendulum" (6º disco, 1970).

Um hino de country rock sustentado por uma sensação tangível de melancolia, não é surpresa que sua essência tenha conseguido tocar tantos corações e tenha chegado ao âmbito da cultura popular.

As motivações de Fogerty para escrever essa música foram de partir o coração e embora existam muitas teorias sobre o que o influenciou a escreve-la, Fogerty afirmou que as letras dessa música é sobre a tensão que cresceu na banda quando eles estavam no auge do seu sucesso, e a consequente saída do seu irmão e guitarrista da banda, Tom Fogerty.

Assim como John Fogerty explicou, durante essa época a banda teve sucesso comercial e crítico, no entanto, todos os 04 membros do grupo estavam desmotivados. Isso inspirou a disposição de Fogerty em sua famosa linha central da canção: “Eu quero saber, você já viu a chuva? Caindo em um dia ensolarado”.

Consequentemente, a banda se separou após o lançamento do álbum "Mardi Gras" em 1972 (7º disco). Ironicamente, a canção lado-b do single de "Have You Ever Seen The Rain" foi a música "Hey Tonight", com Fogerty assegurando à banda que tudo ficaria bem para o grupo seguir em frente.

Notavelmente, Tom Fogerty deixaria o CREEDENCE no início de 1971. A sua falta de oportunidades de composição e a crescente animosidade com o seu irmão, foram suficientes para ele partir depois que o álbum "Pendulum" foi gravado.

“Essa música, 'Have You Ever Seen The Rain', é realmente sobre a separação iminente do CREEDENCE. A imagem é que você pode ter um dia claro, lindo e ensolarado, e pode estar chovendo ao mesmo tempo”, disse John Fogerty para a revista Rolling Stone em 1993 sobre o significado da canção. “A banda estava acabando e eu estava reagindo: 'Nossa, tudo isso está ficando sério demais bem na hora em que deveríamos estar em um dia ensolarado'”.

No entanto, de acordo com o próprio Fogerty, o significado da música mudou com o passar do tempo.

Ao apresenta-la em um show solo no Arizona em 2012, ele explicou à plateia: “Esta canção foi escrita originalmente sobre uma coisa muito triste que estava acontecendo na minha vida, mas eu me recuso a ficar triste agora. Porque agora essa música me lembra a minha garotinha, Kelsy (filha), e toda vez que a canto, penso em Kelsy e no arco-íris”.

“Kelsy governa o meu mundo”, concluiu Fogerty, “e ela sabe disso... Enfim, Kelsy é um arco-íris na minha vida e essa música tem um arco-íris nela”.


"Have You Ever Seen The Rain"





Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page