• by Brunelson

Melvins: "Nirvana e Soundgarden não soariam a mesma coisa sem a minha banda"


"O que é engraçado pra mim, é que isso realmente mostra o pouco entendimento que essas pessoas têm sobre o SOUNDGARDEN e o NIRVANA", disse o vocalista/guitarrista do MELVINS, Buzz Osborne.

Durante uma entrevista recente para o programa Listen Next!, o frontman de uma das bandas seminais do grunge, MELVINS, falou sobre a grande influência que ele e a sua banda tiveram no eventual advento do grunge, bem como o seu próprio lugar e reconhecimento de Osborne na história do rock.

Tendo iniciado o MELVINS no início de 1983 em Montesano (cidade próxima a Seattle), Osborne seria um dos (se não *o*) primeiros músicos pioneiros no som que viria a ser conhecido como grunge, depois que Seattle se tornou no novo epicentro do rock mundial no começo dos anos 90.

Embora a base de fãs do MELVINS seja comparativamente seleta, Buzz Osborne e sua banda foram nomes que inspiraram admiração entre os mais brilhantes nomes do grunge, como Kurt Cobain - que em particular frequentemente citava o MELVINS e se dizia fã da banda.

Conforme relatado na biografia de Kurt Cobain, "Mais Pesado Que o Céu", o futuro frontman do NIRVANA sonhava na adolescência ser parte do MELVINS, acompanhando os ensaios e shows do grupo, e trabalhando até como roadie da banda por um certo tempo.

Quando solicitado a falar de algumas das bandas cuja conexão com o MELVINS o faz se sentir bem, Osborne respondeu:

"Ah, NIRVANA e SOUNDGARDEN, com certeza. Esses são os dois maiores, mas há muitas outras bandas que foram influenciadas por essas bandas também e que ficaram grandes, e que provavelmente nem gostam da nossa banda... Mesmo assim, eu nunca levaria crédito por nada disso, mesmo que essas bandas estejam indiretamente ligadas a nós".

Apesar de sua importância pioneira na evolução do grunge e da cena em Seattle, infelizmente, MELVINS nunca chegou perto das alturas de popularidade que NIRVANA e SOUNDGARDEN desfrutaram e continuam a fazê-lo até hoje.

Osborne continua apontando a ironia na relativa obscuridade do MELVINS com a onipresença eterna do NIRVANA, no entanto, ele parece feliz com o destino que a sua banda levou na história do rock:

"O que é engraçado pra mim, é que isso realmente mostra o pouco entendimento que essas pessoas têm sobre o SOUNDGARDEN e o NIRVANA. Elas também não entendem de onde isso está vindo, o que é bom também, quero dizer, eu não me preocupo nem um pouco sobre esse tipo de coisa, sabe?"

"Gosto da ideia de que as nossas coisas, as nossas ideias e as minhas ideias sobre como a música deveria ser - que era o que eu pensava que estava faltando na música em meados dos anos 80 - eram todas as coisas que acabaram sendo passadas para outras bandas como o NIRVANA e o SOUNDGARDEN, que consequentemente mudou a música em nível global".

Embora Osborne não deixe de reconhecer o seu papel fundamental no surgimento de nomes como o NIRVANA, ele enfatiza que a música sempre veio em primeiro lugar e explica como sabia que estava "no caminho certo" criativamente falando, dizendo que a compensação que veio foi o suficiente para ele.

Osborne concluiu:

"Quero dizer, sem mim, essas bandas não soariam exatamente iguais a como a conhecemos. Então, isso em si é bom, porque me faz perceber - essas bandas me fizeram perceber há muito tempo já - que eu não estava errado, de que eu estava certo e os meus instintos musicais também estavam corretos".

"Conselho que eu dou é para não ficar pensando: 'Bom, vou tentar fazer isso porque as pessoas gostam e vai fazer as pessoas gostarem de mim', não, cara, apenas não se preocupe com isso. Apenas faça o que você gosta de fazer e deixe-os decidir se irão gostar ou não. Você faz o que você acha certo, o que você gosta e então, isto será bom o suficiente".


MELVINS continua na atividade até hoje com 25 álbuns de estúdio lançados. O baterista do MELVINS, Dale Crover, foi um dos bateristas que passaram pelo NIRVANA nos anos 80 e o baixista original, Matt Lukin, depois iria integrar a formação original do MUDHONEY.


"Easy as it Was" (1º EP, "Melvins", 1986)


"Paper Cuts" (1º disco do NIRVANA, "Bleach", 1989)


"Mailman" (4º disco do SOUNDGARDEN, "Superunknown", 1994)


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques