top of page
  • by Brunelson

Foo Fighters: qual a música de sucesso que Dave Grohl não queria mais tocar nos shows?


A existência do FOO FIGHTERS em meados da década de 90 pode ser considerado um pequeno milagre.

Como Dave Grohl ainda estava se recuperando da perda de Kurt Cobain do NIRVANA, a sua vontade de superar o seu luto e fazer algo completamente diferente saltando da bateria para ser frontman em uma nova banda, o levou a formar um dos atos mais essenciais do rock.

E embora o álbum homônimo de estreia (1995) tenha começado como um trabalho solo de amor, nem todas as músicas se tornaram "perfeitas" para Dave Grohl.

Da perspectiva de Grohl, todo o disco é apenas uma coleção de suas canções favoritas que ele tocava sozinho, fazendo gravações demo em dias de folga do NIRVANA e depois que o grupo encerrou as atividades em abril de 1994. Algumas músicas podem apresentar letras quase incoerentes de uma linha para a outra, mas a canção "Big Me" foi a mais próxima de uma música de amor "bobinha" que Grohl havia criado.

Escrito em torno de uma progressão harmoniosa de acordes e a voz de menino de Grohl, a canção voa absolutamente de mãos dadas com os BEATLES e incubando os termos de composição e melodia que seriam intrínsecas à fórmula musical do FOO FIGHTERS.

Sendo lançada como um dos singles do álbum de estreia, a canção "Big Me" também ganhou o seu videoclipe e estava deixando Dave Grohl orgulhoso dela - mas um acontecimento estava por vir alguns meses depois.

Ao ser entrevistado pelo programa Storytellers do canal VH1, Grohl se abriu sobre o processo de criação dos videoclipes da banda, conhecidos por serem cômicos em sua maioria. Falando sobre o clipe da música "Big Me", Grohl disse que o grupo junto com a equipe de direção, passaram horas tentando decidir sobre o quê eles queriam que o vídeo se tratasse. Foi quando Grohl soltou a pergunta: “Vocês já viram aqueles comerciais da bala Mentos?”

Sendo uma das campanhas publicitárias mais animadas da época, o discurso de vendas para a maioria dos anúncios das balas Mentos apresentava pessoas passando por dificuldades, mas mesmo assim exibindo um sorriso desconfortavelmente grande sempre que comiam uma bala. Para Grohl, quase fazia sentido demais, considerando que a música já soava como um anúncio.

Com um riff sobre o tema, o clipe mostra toda a banda prestando favores no dia-a-dia, com os personagens comendo a bala "Footos" e esboçando aquele belo sorriso.

Enquanto todos entenderam a piada, Grohl teve um rude despertar quando começou a tocar esta canção nos shows: “Depois que esse clipe foi lançado, logo no 1º show da turnê que estávamos fazendo e que foi na cidade de Denver, eu falei ao público: 'Essa música se chama 'Big Me', e eles começaram a jogar várias balas Mentos contra nós. E isso começou a se repetir nos shows, até que chegou o momento e eu falei: 'Foda-se esta canção, não vou mais tocar essa música de novo', e paramos de tocá-la por uns 10 anos”.

Grohl até levou algum tempo durante as premiações para expressar as suas queixas. Ao aceitar o prêmio pelo videoclipe, ele usou o seu discurso como um anúncio de serviço público para os fãs não jogarem mais "aquelas balas contra nós nos shows".

Mas isso foi em 1995 e o tempo pode curar muitas feridas, não antes de mais um capítulo a ser contado dessa história.

Depois de tirar a canção "Big Me" do congelador e voltar a apresenta-la nos shows, Grohl viu novamente alguém jogar balas Mentos no palco. Ele interrompeu o show e disse ao público: “Nós subimos ao palco para tocar essa música e claro, com certeza alguém joga um pacote completo de Mentos bem na minha cara. Sabe de uma coisa, já se passaram 10 anos e basta. Vou queimar esse pacote de Mentos aqui no palco para que possamos ter esse final ritualístico".

Mas Grohl não conseguia arranjar um isqueiro: "Então, procurei o meu isqueiro e não encontrei e claro, com certeza 10 mil pessoas jogaram os seus malditos isqueiros na minha cara”.

Independentemente do desgaste que a canção "Big Me" ocasionou ao FOO FIGHTERS, ela continua sendo apresentada em rodízio nos shows e permanece uma das luzes brilhantes no setlist da banda marcando o início de uma nova era para Dave Grohl, a vida depois do NIRVANA.


"Big Me"























Comentários


Mais Recentes
Destaques
bottom of page