top of page
  • by Brunelson

Foo Fighters: qual a música que Dave Grohl escreveu para Taylor Hawkins?


Quando o baterista do FOO FIGHTERS, Taylor Hawkins, faleceu antes de um show na Colômbia em março de 2022, isso jogou uma das bandas mais sólidas do rock no limbo.

Além das saídas amargas do baterista original em 1997 (William Goldsmith) e do guitarrista que substituiu a saída amigável de Pat Smear em 1997 (Franz Stahl, que iria ser dispensando em 1999), FOO FIGHTERS experimentou de forma surpreendente pouca rotatividade entre os membros da banda em sua carreira de quase 03 décadas, sendo que o guitarrista Pat Smear até voltaria gradativamente ao grupo a partir de 2006.





Para contextualizar a questão de Hawkins, quando o FOO FIGHTERS estava em turnê pela Europa e passando na cidade de Londres em 2001, Hawkins sofreu uma overdose de heroína que o deixou em coma por 02 semanas. Quando ele finalmente acordou do coma, a banda entrou em um delicado período de reconstrução nos meses seguintes, com Dave Grohl saindo para tocar bateria no álbum e turnê do QUEENS OF THE STONE AGE, "Songs for The Deaf" (3º disco, 2002).


As tensões começaram a aumentar, principalmente entre Grohl e Hawkins...


À medida que a gravação do álbum "One by One" do FOO FIGHTERS continuava a se arrastar sem lugar nenhum a chegar (4º disco, 2002), foi quando Dave Grohl assumiu uma posição em tempo integral no QUEENS OF THE STONE AGE, sendo que a agenda de ambas coincidiram com as duas bandas sendo escaladas a se apresentaram no Coachella Festival de 2002.

E Grohl sentiu que, se a apresentação do FOO FIGHTERS fosse mal, havia uma possibilidade real de acabar com a banda para sempre.

“Olha, vamos fazer este show e se nunca quisermos fazer de novo, então, não iremos fazer de novo”, foi como Grohl colocou toda esta situação no documentário do FOO FIGHTERS, "Back and Forth" (2011). Em vez disso, a banda subiu ao palco e fez um show inspirado. Com ânimo e entusiasmo renovados, o grupo se reagrupou, jogaram no lixo toda a produção precoce do álbum "One by One" e refizeram do zero esse 4º disco da banda.

Logo após a quase separação do grupo e ainda brigados, Grohl escreveu a música "Times Like These" como um pedido de união e relacionamentos reparados (lançada no disco "One by One"), mas Grohl levou mais 03 anos para trazer uma canção que foi diretamente inspirada pelas dificuldades e traumas da overdose de Hawkins em 2001.

No álbum duplo de 2005 do FOO FIGHTERS, "In Your Honor" (5º disco), Grohl escreveu a música "On The Mend" cheia de referências à recuperação e renovação da amizade com Hawkins. Anos depois, Grohl revelou no documentário do FOO FIGHTERS que esta canção foi inspirada diretamente por Hawkins.

“Não sei se Taylor sabe disso, mas há 01 música no álbum 'In Your Honor' chamada ‘On The Mend’, que escrevi enquanto ele estava em coma por overdose. Essa música é sobre Taylor e eu nunca disse a ele que é sobre ele... Claro que não, é a minha canção de amor para o meu melhor amigo moribundo e eu a coloquei no disco e pensei: 'Oh, Deus, ele provavelmente vai pensar que essa música é sobre ele'".

“Mas nunca, nunca, nunca chegamos perto de ter essa conversa”, revelou Grohl. “Eu não quero falar com ele sobre isso, sabe? Eu quero falar com ele sobre outras merdas”.

Após essa declaração no DVD, provavelmente Hawkins tomou conhecimento sobre isso e a canção “On The Mend” continua sendo uma ode pungente à sobrevivência e ao renascimento, mesmo que agora tenha se tornado uma das músicas mais agridoces de todo o catálogo da banda.

"On The Mend"


Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page