Pearl Jam: resenha do álbum "Lost Dogs" pelos membros da banda - Disco 2

December 9, 2019

 

Em 2003, para encerrar o contrato desde sempre com a sua gravadora, Epic Records, PEARL JAM ainda tinha que lançar uma coletânea para cumprir o seu referido acordo.

 

Tudo bem, então, eles lançaram o disco duplo "Lost Dogs", que na verdade é uma coletânea de músicas que ficaram de fora de todos os seus discos lançados até então, incluindo covers e trilhas sonoras - mas não adiantou, em 2004 a gravadora lançou a coletânea "Rearviewmirror", acoplando as canções mais conhecidas e os maiores hits da banda.

 

E no livrinho que vem em anexo no álbum "Lost Dogs", cada música é dissecada pelos próprios membros da banda, confira só: 

 

* DISCO 2:

 

1) "Fatal"

 

Letras e Música: Gossard

Álbum: "Binaural" (6º disco, 2000)

 

Eddie Vedder (vocalista): Stone Gossard (guitarrista) trouxe esta canção completa, com as letras e tudo mais. O refrão original dizia: "As respostas em Platão", que seria uma referência filosófica, mas simplesmente não podia entrar no disco assim, pois iria soar como "play-doh", daí a mudança para "fatal". Era a música favorita de Tchad Blake (produtor do álbum "Binaural"), mas mesmo assim não foi lançada no disco.

 

* Platão (em inglês: "Plato").

 

* "Doh" (termo em inglês, usado para comentar uma ação estúpida ou tola, especialmente se referindo a si mesmo).

 

2) "Other Side"

 

Letras e Música: Ament

Álbum: "Riot Act" (7º disco, 2002)

 

Jeff Ament (baixista): Comecei esta canção em homenagem a minha mãe e meu pai. Eles estão casados há 42 anos e eles têm sido a minha maior inspiração. Ao longo dos anos em que eu a compus e a reformulei, transformou-se em parcerias entre mim e o pessoal da banda - as parcerias duradouras são simplesmente alucinantes. Eu provavelmente empurrei ela um pouco demais tentando fazer que fosse lançada no álbum "Riot Act", porque ela significa muito para mim e realmente me apaixonei por quão assustador e estranha a demo soava ("demo-itis" era o nome da fita demo).

 

Eddie Vedder: Se a vida é um navio de cruzeiro e a morte é para desembarcar em outra costa, então, essa música é como estar em terra, enquanto o seu parceiro permanece no mar.

 

3) "Hard to Imagine"

 

Letras: Vedder

Música: Gossard

Álbum: "Versus" (2º disco, 1993)

 

Mike McCready (guitarrista): Frequentemente solicitada pelos fãs durante os shows ao longo dos anos.

 

4) "Footsteps"

 

Letras: Vedder

Música: Gossard

Álbum: "Ten" (1º disco, 1991)

 

Mike McCready: Eddie escreveu as letras sobre uma música que Stone havia criado. Possui o mesmo riff da canção "Times of Trouble", do TEMPLE OF THE DOG

 

5) "Wash"

 

Letras: Vedder

Música: Gossard / Ament / McCready / Krusen

Álbum: "Ten" (1º disco, 1991)

 

Stone Gossard: Talvez, uma das nossas primeiras composições escritas como uma banda no porão da galeria Potato Head (local de ensaio da banda). Bem ali, com certeza... Foi uma das 03 primeiras músicas que criamos, certo? Merda, quem sabe... Ela surgiu de forma instantânea em sua criação e eu acho que tocamos somente 01 vez e as letras foram feitas em seguida. Eu podia estar meio confuso, claro, mas parecia bom. Eu amo o anti-solo da guitarra de Mike, ele meio que esfrega as suas cordas e com o mínimo de esforço, consegue emanar lindas cores da sua seção de solo.

 

6) "Dead Man"

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "No Code" (4º disco, 1996)

 

Stone Gossard: Veio daquela sessão em New Orleans para o álbum "No Code". Como que essa música não foi incluída na trilha sonora do filme - ou em nosso disco? Nós nunca saberemos com certeza, mas eu estou muito orgulhoso de finalmente conseguir achar um lugar para ela. Acho que são algumas das minhas letras favoritas de Eddie de todos os tempos e na época eu pensava com alguma seriedade (não muita, mas alguma), que o título deveria ser "Dead Man Walking", por causa da maneira como a última sílaba cai quando Eddie canta no refrão. Talvez, uma das minhas piores ideias não querer que fosse incluída no disco, sendo que às vezes, eu olho para trás e me encolho de vergonha, porque essa música nunca deveria ter sido um lado-b.

 

7) "Strangest Tribe"

 

Letras e Música: Gossard

Álbum: "Yield" (5º disco, 1998)

 

Stone Gossard: Eu acho que ela soa muito bem e amo essa minha pequena canção. O espírito natalino realmente me pegou em uma noite de novembro, que foi, ah, alguns anos atrás. Entrei no estúdio Litho em Seattle e estabeleci somente o básico, onde pedi a Eddie para entrar e me ajudar. Ele também cantou e gravou a canção "Drifting" no mesmo dia. Eu acho que as chaves que fizeram a música "Strangest Tribe" funcionar, se deve muito ao vocal de Eddie, sabe? Eu sempre achei que também poderia haver algum som de cravo nessa canção...

 

8) "Drifting"

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "Yield" (5º disco, 1998)

 

Eddie Vedder: Às vezes eu me pergunto por que não há tendas indígenas para nós?

 

9) "Let Me Sleep"

 

Letras e Música: Vedder / McCready

Álbum: "Ten" (1º disco, 1991)

 

Mike McCready: Uma das minhas primeiras músicas! Eu criei um acorde aberto na nota "G" e Eddie escreveu essas letras realmente tocantes e tristes. Foi na época do Natal e ela é linda e melancólica...

 

10) "Last Kiss"

 

Cover WAYNE COCHRAN

Álbum: "Fan Club Christmas Single (1998)"

 

Eddie Vedder: Nós nos saímos muito bem com músicas sobre morte de adolescentes.

 

Stone Gossard: Os maiores sucessos vêm dos lugares mais improváveis e a música "Last Kiss" deve ser o deus grego dessa noção. Eu não quero dizer sucesso como popularidade e vendas, mas é fato que essa música ajudou a arrecadar cerca de 10 milhões de dólares para o alívio da guerra de Kosovo. Eu tinha escutado muito a canção "Last Kiss" quando criança e nunca pensei que fosse tão legal, mas eu já tinha esse desejo e tenho certeza que já estávamos correndo atrás para grava-la em algum momento. De qualquer forma, nós a gravamos no hall da prefeitura na capital Washington, durante a passagem de som para um evento da turnê Vote For Choice que seria realizado naquela noite, não é mesmo? Quem sabe... De qualquer maneira, ela soou bem na gravação e eu não acho que pensei sobre ela de um jeito ou de outro por meses, até que ouvi algumas estações de rádio a tocando e as pessoas adoraram, nossa! Acho que, assim como houve esse burburinho, nos pediram para doar uma música para o álbum do fundo de ajuda a Kosovo e achamos que essa canção poderia ser perfeita, já que as pessoas já haviam aprovado a música. De qualquer forma, foi a canção que mais sucesso fez nas rádios para um lançamento específico nosso... Foi a nossa maior música de sempre! Aos olhos ilusórios dos chefes de rádio, nós tínhamos entregado algo realmente bom! E só de pensar que no início achava ela meio chata... É isso, tornou-se um grampo em nossos shows e agora é uma das minhas favoritas. Gravada e mixada habilmente em fita digital pelo nosso maravilhoso e talentoso produtor, Brett "blass" Eliason.

 

11) "Sweet Lew"

 

Letras e Música: Ament

Álbum: "Binaural" (6º disco, 2000)

 

Jeff Ament: Eu amei e apaguei ao mesmo tempo... Eu idolatrei Lew Alcindor desde 1970 (famoso jogador de basquete, mais conhecido como Kareem Abdul-Jabbar) e até o conheci em 1994. Aos meus olhos que brilhavam, ele era um ser humano absoluto conseguindo lutar com Bruce Lee em um dos filmes do "dragão". Ele era inteligente, místico e mais importante, ele tinha mais de 2 metros de altura. O dia finalmente chegou e eu me apresentei a ele como um dos seus jogadores em um jogo amistoso de basquete. Mudo e com a sua completa falta de resposta ou interesse, o meu encanto caiu por terra... Eu queria me rastejar para debaixo de uma pedra, mas em vez disso, escrevi uma música baseada no mito urbano de que ele perdeu todo o seu dinheiro investindo em hotéis para pessoas altas (grandes). Enfim, eu pensei muito sobre esse momento e me perguntei quantas pessoas eu poderia ter desprezado inadvertidamente, só porque eu estava cansado ou apenas incapaz de pedir desculpas... Com 1,88m, já é um longo caminho para cair.

 

12) "Dirty Frank"

 

Letras: Vedder

Música: Gossard / Ament / McCready / Abbruzzese

Álbum: "Ten" (1º disco, 1991)

 

Mike McCready: Sobre um motorista de ônibus serial killer? Na época que saímos em turnê com o RED HOT CHILI PEPPERS.

 

Eddie Vedder: Rob Zombie deveria fazer um filme baseado nas letras dessa canção (vocalista do WHITE ZOMBIE e diretor de filmes).

 

13) "Brother"

 

Música: Gossard

Álbum: "Ten" (1º disco, 1991)

 

Mike McCready: Esta música instrumental causou uma discussão entre Jeff e Stone no passado. Eu coloquei guitarras por todo o lado, porque Eddie me pediu para fazer isso.

 

Jeff Ament: De fato, eu amei pra caralho esse riff de Stone em 1991, quando ele disse depois que não queria mais tocá-la. Eu quase saí fora da banda (que merda de bebê eu era) e me lembro de sair a pé pelos fundos do London Bridge Studio, onde estávamos gravando e mergulhando fundo nas canções - até os meus dedos começarem a sangrar... Ahhh, a raiva passiva-agressiva contribui para um bom rock'n roll, meu irmão.

 

14) "Bee Girl"

 

Letras: Vedder

Música: Ament

Álbum: "Versus" (2º disco, 1993)

 

Jeff Ament: Eddie e eu fomos informados para irmos num estúdio em Capitol Hill (bairro em Washington) em torno do lançamento do álbum "Versus", porque iríamos ser entrevistados pela revista Rockline. Eu levei o meu violão na esperança de mostrar a todos porque eu era o baixista de 02 funções... Nós estávamos no meio de nossa entrevista, quando durante um intervalo, Eddie perguntou se eu tinha alguma coisa e em caso afirmativo, qual era o caminho a seguir? O que se ouve é a única versão de uma canção que construímos no local, alimentada por um par de riffs e uma página com linhas escritas...

 

Eddie Vedder: Conheci a menina-abelha ("Bee Girl", do videoclipe da canção "No Rain", da banda BLIND MELON) e a sua mãe em algum lugar... Ela tinha 10 anos, mais ou menos? Eu estava preocupado e espero que ela esteja bem.

 

15) "04/20/02"

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "Riot Act" (7º disco, 2002)

 

Site Rock In The Head: Esta canção está escondida no final do disco, onde se trata de uma homenagem ao vocalista original do ALICE IN CHAINS, Layne Staley, que havia sido encontrado morto nesse mesmo dia (conforme título da música). Eddie a gravou sozinho no estúdio, logo quando a banda ficou sabendo da notícia (pois estavam no processo de gravação do álbum "Riot Act"). Uma parte da letra diz: "Então, cantem como ele, seus fodidos / Não vai ofendê-lo / Apenas a mim / Porque ele está morto".

 

Confira os comentários dos membros do grupo sobre as músicas lançadas no disco 1, que o site rockinthehead também publicou:

 

* Pearl Jam: resenha do álbum "Lost Dogs" pelos membros da banda - Disco 1

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Suck This Punch: já disponível novo videoclipe da canção "Chaos And Order"

July 6, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead