Alice in Chains: "o isolamento geográfico também impulsionou o grunge"

September 4, 2018

 

O guitarrista do ALICE IN CHAINS, Jerry Cantrell, falou sobre a sua grande reação quando assistiu aos primeiros shows das bandas grunge em Seattle, em uma nova entrevista para o site Premier Guitar.

 

“Eu acho que o grande quadro daquela cena em Seattle, é que havia muitas pessoas criativas que estavam todas em sincronia e sem planejar nada além daquilo. Havia apenas uma grande vibe e acho que tínhamos um pouco mais de individualidade do que em outros lugares nos EUA, porque éramos lá do canto do país (Noroeste), em nosso pequeno posto avançado e quase junto ao Canadá. Então, eu acho que o isolamento geográfico provavelmente adicionou tudo isso a nossa cena".

 

"Fico muito orgulhoso por ter passado por isso. Nós já estávamos mandando a ver, antes mesmo que o resto do mundo soubesse daquilo, sabe? Nós íamos aos shows um dos outros e ficávamos, tipo: 'Meu caralho!' Você estava vendo o show do NIRVANA, ou do MOTHER LOVE BONE, também eram os nossos primeiros shows, ou o SCREAMING TREES e o MUDHONEY... Além de muitas outras bandas que também eram importantes".

 

"Foi uma destilação de um movimento e era centralizado em nossa cidade natal, o que foi inacreditável! A música ainda é um teste do tempo e a galera dessas bandas são algumas das melhores pessoas que eu já conheci na minha vida, e algumas das pessoas que eu conheço há mais tempo na minha vida também. Eles são bons amigos... Bons amigos e boa música, cara".

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Revista 89 Rock: matéria secundária de capa do Nirvana em 1999 - Parte 1

January 20, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead