top of page
  • by Brunelson

Tad: frontman responde se irá retornar com a sua banda


Tad Doyle, vocalista/guitarrista da banda seminal de Seattle, TAD - a qual está inativa desde 1999 - foi entrevistado pelo site Audio Ink Radio e dentre vários assuntos, ele foi perguntado se o TAD irá se reunir novamente.


Desde então, ele segue em carreira solo e projetos paralelos.

Seguem alguns trechos:

“Não. Acho que terminamos de vez. Muitas pessoas ainda me perguntam: 'Que tal uma reunião do TAD e tudo mais?' Eu não acho que o meu coração e a minha alma estejam mais naquele espaço. Esse foi um pedaço da minha vida, sendo que as coisas que eu fazia na minha vida naquela época construíram para aquilo. Eu sou uma pessoa diferente agora, no que diz respeito às minhas experiências, onde estive e a minha música que eu quero levar. Eu sempre quero seguir em frente e não quero voltar para trás. Eu acho que se fizéssemos uma reunião ou mais algumas coisas com o TAD, isso arruinaria o legado que criamos para nós mesmos e isso é tudo o que tenho a dizer".

Ele acrescentou: “Não quero continuar regurgitando a mesma coisa, sabe? Quando éramos uma banda, estávamos em turnê 09 meses por ano e conhecíamos essas músicas intimamente - de trás pra frente, de frente pra trás e em nossos sonhos. Eu nunca quis que isto se tornasse um trabalho. Em algum momento, se você continuar fazendo isso indefinidamente, por mais que goste do que está fazendo, pode se tornar um trabalho e pode se tornar menos empolgante. Eu sempre quero que as coisas sejam emocionantes e pelo menos novas, portanto, não vejo nenhuma razão pela qual precisamos fazer uma reunião ou shows por aí”.

Doyle também foi perguntado se está feliz pelo TAD nunca ter chegado à fama de bandas como o NIRVANA ou SOUNDGARDEN: “Com certeza e mais precisamente pra mim, tipo, Kurt Cobain, Chris Cornell e todos esses caras, eles nunca poderiam sair em público sem serem reconhecidos, porque as pessoas te fazem de refém".

“Elas vêem você na rua e é tipo: ‘Oh, agora você é meu até você se afastar de mim’ e esse tipo de coisa. Mas eu sempre gostei do fato de ser invisível, especialmente desde que perdi mais de 50kg, acho que ninguém me reconheceria agora. Além disso, tenho cabelos grisalhos e não pinto o cabelo, então, estou feliz por ser quem sou e sinto que desfrutei do sucesso que queria. O sucesso é o que você nomeá-lo, então, estou feliz por ser invisível e vamos deixar por isso mesmo".



A discografia do TAD inclui discos marcantes na história do grunge que influenciaria muita gente do recinto, antes mesmo do grunge explodir no mainstream no começo dos anos 90.


São álbuns como, “God's Balls” (1º disco, 1989), “Salt Lick” (EP, 1990), “8-Way Santa” (2º disco, 1991) e vários singles da banda lançados entre 1988 à 1998, os quais foram relançados em 2016 pela Sub Pop Records. O produtor e engenheiro de som mais conhecido de Seattle, Jack Endino - que produziu o álbum "God's Balls" - remasterizou com amor todas essas gravações das fitas originais para que fossem relançadas.


Os discos do TAD tiveram a produção de grandes nomes da música, além de Jack Endino ("Bleach" do NIRVANA), contou também com Butch Vig e Steve Albini (respectivamente, para "Nevermind" e "In Utero" do NIRVANA).


TAD lançou ao total 04 álbuns de estúdio.



Como nota, na turnê americana do NIRVANA divulgando o seu disco de estreia, "Bleach" (1989), o TAD e o NIRVANA saíram juntos em turnê viajando na mesma van.


Outra curiosidade, o remédio que Tad Doyle tomava nessa turnê para tratar de sua diarreia, chamado Imodium, foi a inspiração de Kurt Cobain para usar esse nome como título de uma nova música do NIRVANA na época. Mais tarde, o título seria alterado para "Breed" e esta canção seria lançada no álbum "Nevermind" (2º disco, 1991).


"Behemoth" (Disco: "God's Balls")


Comentários


Mais Recentes
Destaques
bottom of page