• by Brunelson

Sonic Youth: resenha do álbum "A Thousand Leaves"


Álbum: "A Thousand Leaves" (10º disco, 1998)


O álbum "A Thousand Leaves" surgiu 03 anos depois do álbum "Washing Machine" (9º disco, 1995), que seria o intervalo mais longo da banda entre lançamentos de álbuns até aquele momento, mas ainda assim, parece o outro lado da moeda do seu antecessor.

Ou pelo menos parece uma progressão natural, ainda mais do que havia sido para o disco "Washing Machine". Com o álbum "A Thousand Leaves", o SONIC YOUTH se encontrou mergulhando em peças longas, atmosféricas, experimentais e lançando algumas das músicas mais psicodélicas de toda a sua carreira.

Eles tinham construído o seu próprio estúdio antes de gravar esse 10º disco e não precisavam mais ter que pagar pelo tempo de uso gravando as canções, o que permitiu à banda realmente esticar as suas músicas e gravar peças que eram mais improvisadas do que nunca.

Comparado ao álbum "Washing Machine", o disco "A Thousand Leaves" foi um pouco mais leve no barulho discordante, mas foi muito mais profundo na psicodelia. Isso aparece mais nos 11 minutos de audição da canção "Hits of Sunshine", que nos vislumbra como teria soado o SONIC YOUTH nos anos 60.

A maior parte desse disco possui um lado mais viajante do que qualquer outro álbum do SONIC YOUTH - antes ou depois. Quando você quiser escutar o lado mais psicodélico da banda, o disco "A Thousand Leaves" é a escolha.

Ainda assim, como fizeram no álbum antecessor, SONIC YOUTH trouxe uma bonita melodia nas suas músicas, como a canção single "Sunday", se tornando uma das músicas mais cativantes da banda dos anos 90. Já a canção "French Tickler" meio que retorna à sua era amigável ao grunge e eles trabalham melodias acessíveis mesmo nas músicas mais desafiadoras.

No geral, o disco "A Thousand Leaves" soa muito diferente e em plena evolução ao que o SONIC YOUTH fazia na era clássica dos anos 80, mas a abordagem é semelhante à que eles aperfeiçoaram logo em seu 2º álbum de estúdio, "Bad Moon Rising" (1985), que seria pegar uma música aparentemente indigesta e torná-la digerível e irresistível.


Track-list:


1. Contre Le Sexisme

2. Sunday

3. Female Mechanic Now on Duty

4. Wildflower Soul

5. Hoarfrost

6. French Tickler

7. Hits of Sunshine

8. Karen Koltrane

9. The Ineffable Me

10. Snare Girl

11. Heather Angel


"French Tickler"


* Sonic Youth: resenha do álbum "Confusion is Sex" (1º disco, 1983)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Bad Moon Rising" (2º disco, 1985)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Evol" (3º disco, 1986)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Sister" (4º disco, 1987)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Daydream Nation" (5º disco, 1988)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Goo" (6º disco, 1990)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Dirty" (7º disco, 1992)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Experimental Jet Set, Trash and No Star" (8º disco, 1994)


* Sonic Youth: resenha do álbum "Washing Machine" (9º disco, 1995)

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques