top of page
  • by Brunelson

Josh Homme: a sua opinião sobre bandas que não tocam os seus maiores sucessos nos shows


Josh Homme, frontman do QUEENS OF THE STONE AGE, foi recentemente entrevistado pelo podcast Tuna on Toast With Stryker, e disse que bandas que não tocam os seus sucessos nos shows são “um pouco idiotas (cunty) em fazer isso”. "Agir como se uma música que muitas pessoas gostam fosse um fardo para a banda, é apenas uma reação estranha ao presente que os seus fãs lhe deram", disse Homme.

Depois da turnê europeia de verão e atualmente em turnê americana em divulgação ao novo álbum de estúdio, "In Times New Roman" (8º disco, 2023), Homme compartilhou os seus pensamentos sobre músicos que não tocam os seus maiores sucessos nos shows - seja em favor de mostrar somente material mais recente ou por criarem desgosto pelas mesmas.


Seguem alguns trechos dessa entrevista:

“Eu entendo que sempre vou tocar a música ‘No One Knows’ (3º disco, 'Songs For The Deaf', 2002), porque ainda gosto de tocar esta canção e isso é algo que é um acordo que temos com o público. Presumo que isso faz parte de querer vir aqui para nos ver no show e aqui está".

“Quando há bandas que não querem tocar a sua grande música ou as suas grandes canções, eu sempre acho que é um pouco idiota (cunty) em fazer isso. Agir como se uma música que muitas pessoas gostam fosse um fardo para a banda, é apenas uma reação estranha ao presente que os seus fãs lhe deram... Parece uma reação estranha".

"Durante toda a minha carreira tocando música, eu vi muitos artistas meio que ficando com raiva de sua própria canção por ela fazer bem aos outros. Ter fãs é uma coisa legal e eles querem as suas coisas. E quando se trata de tocar o que eles querem, sinto que é por isso que está acontecendo aquele momento, certo?”

Homme finalizou: “Vocês estão todos aqui porque querem ouvir algumas coisas e também não têm ideia do que vai acontecer. E a minha banda precisa ter esse grupo alimentar básico de músicas para eu te surpreender também, porque a surpresa toda é sobre algumas coisas que irão acontecer".








O álbum "In Times New Roman" ganhou 04 estrelas num total de 05 da resenha que a revista britânica New Music Express havia feito, dizendo que: "Esse álbum se coloca lá em cima na prateleira como o material mais sombrio e complicado até agora lançado pelo QUEENS OF THE STONE AGE e será ainda mais apreciado por isso com o decorrer do tempo..."



Esse disco é o complemento de uma trilogia que iniciou-se no álbum "Like Clockwork" (6º disco, 2013) e continuou no álbum "Villains" (7º disco, 2017).


Confira os singles lançados do álbum "In Times New Roman":


"Emotion Sickness"


"Carnavoyeur"


"Paper Machete"


コメント


Mais Recentes
Destaques
bottom of page