Pearl Jam: resenha do álbum "Lost Dogs" pelos membros da banda - Disco 1

October 31, 2019

 

Em 2003, para encerrar o contrato desde sempre com a sua gravadora, Epic Records, PEARL JAM ainda tinha que lançar uma coletânea para cumprir o seu referido acordo.

 

Tudo bem, então, eles lançaram o disco duplo "Lost Dogs", que na verdade é uma coletânea de músicas que ficaram de fora de todos os seus discos lançados até então, incluindo covers e trilhas sonoras - mas não adiantou, em 2004 a gravadora lançou a coletânea "Rearviewmirror", acoplando as canções mais conhecidas e os maiores hits da banda.

 

E no livrinho que vem em anexo no álbum "Lost Dogs", cada música é dissecada pelos próprios membros da banda, confira só: 

 

* DISCO 1:

 

1) "All Night"

 

Letras: Vedder

Música: Irons / Ament / Gossard / McCready / Vedder

Álbum: "No Code" (4º disco, 1996)

 

Stone Gossard (guitarrista): Data? Pelo menos uns 07 anos atrás, durante a 2ª sessão para as gravações do disco “No Code”. Acho que eu e Jack Irons (baterista) - que tinha excursionado conosco para a turnê do álbum “Vitalogy” no Japão e Austrália (3º disco, 1994) - estávamos desesperados para entrar no estúdio e gravar algumas músicas que ainda tinham o seu sabor original. A sessão durou apenas 01 semana e foi marcada principalmente pelo clima de Chicago. Aquele havia sido o verão onde um grande número de pessoas foram oficialmente declaradas mortas pela intensidade do calor e umidade em Chicago. Foi a sensação mais esmagadora de umidade e calor que eu já havia sentido, sabe? Você ia andar lá fora na rua e era atingido por essa parede de ar quente que parecia uma coisa sobrenatural - mais como a umidade de Marte. Entrávamos no estúdio com o ar-condicionado ligado e em seguida, caminhávamos de volta para o nosso hotel, fazendo isso durante todo o dia. Toda a noite ficávamos tocando umas jams e estávamos em processo de compor algumas músicas quando numa certa hora, já tarde da noite, Eddie Vedder começou a mergulhar em todas essas harmonias vocais como nunca tinha ouvido ele cantar antes! Foi pelo menos uma das primeiras vezes que ele realmente experimentou vocais em multi-camadas, que parecia ser um precursor para canções como “Arc” e etc (lançada no 7º disco, "Riot Act", 2002). Eu acho que essa versão é agora um pouco mais despojada - mas que foi a nossa sensação original - além do intenso vento quente de Chicago... Estas são as coisas que eu me lembro sobre esse período. 

 

Eddie Vedder (vocalista): Estava 45º graus e muitas pessoas morrendo de insolação, a um ritmo tal que os responsáveis tinham que armazenar os corpos em caminhões de sorvete, porque não havia espaço suficiente no necrotério... Ahhhhh, memórias....

 

2) "Sad" 

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "Binaural" (6º disco, 2000)

 

Eddie Vedder: O outro lado da canção “Other Side”, de Jeff Ament (baixista)

 

3) "Down" 

 

Letras: Vedder

Música: McCready / Gossard

Álbum: "Riot Act" (7º disco, 2002)

 

Mike McCready (guitarrista): Uma canção que eu compus com Eddie e Stone, depois de ver um show da banda SOCIAL DISTORTION em Los Angeles.

 

Eddie Vedder: Esta era uma canção que iria ser lançada no disco "Riot Act", sendo que era uma das minhas favoritas. Ela sofria de uma coisa que não era o que chamamos de “Síndrome dos Outros” (quando alguém da banda não concorda que tal música seja lançada no álbum). Inspirada pelas escrituras e amizade com o historiador/ativista, Howard Zinn.

 

4) "Hitchhiker" 

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "Binaural" (6º disco, 2000)

 

Eddie Vedder: A natureza tem a sua própria religião - It's evolution, baby! Quando os cervos e porcos selvagens correm, há plantas ao longo das trilhas que grudam as suas sementes espinhosas nas pernas de qualquer coisa que passa, logo, as plantas se espalham por quilômetros. Engenhoso isso... Em uma caminhada com o meu irmão, estávamos cobertos do joelho ao tornozelo dessas coisas e ele as chamou de “caroneiros” (hitchhiker). Também serve como um apelido para os “profissionais” que te abordam raivosamente por seu autógrafo, o qual depois eles irão dar meia volta e vender o seu autógrafo para outros. Também conhecido como os “caneteiros azuis”.

 

5) "Don't Gimme No Lip"

 

Letras, Música e Vocais: Gossard

Álbum: "No Code" (4º disco, 1996)

 

Stone Gossard: Não é uma canção ruim... Esta foi a 1ª música que eu compus e cantei que foi gravada pelo PEARL JAM. Eu acho que foi em New Orleans, pouco antes daquelas sessões de Chicago. Eu estava ficando um pouco frustrado com a minha experiência em compor música e queria apenas escrever algo que pudesse terminar e dizer: "Isto aqui eu vou pegar ou largar?" Bem, o pessoal da banda resolveu deixa-la de lado, mas agora ela está de volta! Na verdade, possui um refrão muito bom, mas os versos são um pouco fracos. Poderia ter tido um pouco mais a dizer agora que já estou familiarizado com o microfone, mas eu estava começando a explorar esse caminho, sabe? Logo depois, gravamos a canção "Mankind" (lançada no álbum "No Code", com letras, música e vocais por Gossard) e minha carreira como cantor em tempo parcial estava florescendo... Ah?

 

6) "Alone"

 

Letras: Vedder

Música: Vedder / Gossard / Ament / McCready / Krusen

Álbum: "Ten" (1º disco, 1991)

 

Mike McCready: Da era "Ten". Nós tocamos ao vivo algumas vezes e sempre amei toca-la. Eu não sei por que nunca a lançamos num álbum...

 

7) "In The Moonlight"

 

Letras, Música e Guitarra Rítmica: Cameron

Álbum: "Binaural" (6º disco, 2000)

 

Eddie Vedder: Matt Cameron (baterista também do SOUNDGARDEN) compõe músicas e corremos atrás para encontrar os "banquinhos" certos para chegar ao seu nível... O que vem naturalmente para ele, nos deixa com a cabeça inclinada como cães confusos que nós somos - eventualmente conseguindo entender. Nós já mencionamos que ele é o maior baterista do planeta em atividade?

 

8) "Education"

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "Binaural" (6º disco, 2000)

 

Eddie Vedder: Matt Cameron, a sua família e eu, uma vez fomos para um lugar distante para tirar férias. Nos 02 primeiros dias em que estávamos compondo e gravando 01 música por dia, só depois que nos lembramos que estávamos de férias... Uma parte da letra diz: "Sou uma semente / Imaginando por que cresce?" Isto me resume.

 

9) "Black, Red, Yellow"

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "No Code" (4º disco, 1996)

 

Eddie Vedder: Eu tirei uma foto polaroid do globo ocular de Dennis Rodman para a capa do álbum "No Code" (na época, jogador de basquete da NBA do Chicago Bulls) e enquanto a foto se desenvolvia, ele olhou para a imagem emergente e me disse: "Você pode dizer que é um Octopus?" Sigmund Freud interpretado por Phil Jackson (na época, técnico do Chicago Bulls).

 

10) "U"

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "Yield" (5º disco, 1998)

 

Eddie Vedder: A compus em 10 minutos dirigindo o meu carro, mas se a viagem tivesse sido mais longa, tenho certeza de que esta canção teria sido mais complexa.

 

11) "Leavin' Here"

 

Cover MOTOWN

Álbum: "Home Alive" (1996)

 

Eddie Vedder: Gravada para o álbum de compilação "Home Alive" (com músicas de várias bandas e artistas) para financiar cursos de autodefesa para as mulheres, depois da trágica morte de Mia Zapata (vocalista da também banda de Seattle, THE GITS, ela tinha 27 anos). Eu tive uma ideia para um vídeo clipe que nunca usamos, tipo, uma festa pequena com uma banda tocando numa cena meio "mod", sabe? Homens bêbados perseguindo as garotas e a cena final era para ser uma linha infinita de mulheres em suas scooters Vespa saindo no horizonte.

 

Mike McCready: Estamos sempre falando sobre quem leva a 1ª vantagem quando a tocamos ao vivo (nós ou o público). Ela simplesmente arrebenta!!

 

12) "Gremmie Out of Control"

 

Cover THE SILLY SURFERS

Álbum:"No Code" (4º disco, 1996)

 

Eddie Vedder: Brendan O'Brien, o príncipe da surf music! (produtor da maioria dos álbuns do PEARL JAM). Originalmente gravada para o álbum "Mother Oceans", um disco beneficente à fundação Surfrider, que por sinal é um ótimo grupo que realiza importantes trabalhos. Eles podem ser consultados em www.surfrider.org

 

Mike McCready: Brendan O'Brien criou incríveis guitarras nessa canção... Em toda a música.

 

13) "Whale Song"

 

Letras, Música e Vocais: Irons

Álbum: "Yield" (5º disco, 1998)

 

Eddie Vedder: Jack Irons escutou alguém falar que o coração de uma baleia é tão grande quanto um Volkswagen - como se já não estivéssemos maravilhados... Outra faixa surfrider.

 

14) "Undone"

 

Letras e Música: Vedder

Álbum: "Riot Act" (7º disco, 2002)

 

Eddie Vedder: Há uma música de Matt Cameron no álbum "Riot Act", chamada "You Are" - que originalmente se chamava "Undone". Eu acabei usando a palavra "undone" no refrão da minha canção e perguntei se eu poderia roubar o título da canção dele? Matt me obrigou a usa-lo, mas a minha música não acabou sendo lançada no disco. Deveríamos ter mantido o título original para a canção dele (que foi lançada no álbum) e ter chamado a minha música de "Undone II". Ela soa melhor andando de carro... Beneficia-se com um cenário andando entre 60 a 100km/h (estava a caminho de uma apresentação ou indo votar).

 

15) "Hold On"

 

Letras: Vedder

Música: Gossard

Álbum: "Versus" (2º disco, 1993)

 

Eddie Vedder: Se você ama alguém, deixe-a ser livre. Se alguém te ama, não estrague com tudo. Quase foi lançada no álbum "Versus"... Chegou perto, mas não entrou.

 

16) "Yellow Ledbetter"

 

Letras: Vedder

Música: McCready / Ament

Álbum: "Ten" (1º disco, 1991)

 

Mike McCready: Um riff baseado em algo que eu criei durante as sessões do álbum "Ten". Eu pensei que era bonito, Eddie começou a inventar algumas palavras ali mesmo no local e nós a mantivemos. Eu ainda não sei do que se trata e nem quero saber! Eu amo ela e os fãs também gostam!

 

Continua...

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Chris Cornell: radialista Howard Stern publica vídeo inédito com performance da música "Imagine"

November 20, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead