Nirvana: "Kurt tinha uma tremenda ética de trabalho"

March 31, 2019

 

O empresário do NIRVANA, Danny Goldberg, relembrou de uma conversa que teve com Courtney Love sobre o NIRVANA e Kurt Cobain - em uma nova entrevista para o jornal Washington Post.

 

Pergunta: Às vezes, Kurt era visto como uma espécie de rei preguiçoso ou um cara que não se importava tanto assim. Ao apresentá-lo, ele realmente se importava com todos os detalhes?

 

Goldberg: Sim. Quando eu estava conversando com Courtney Love para o meu livro, ela havia me dito: "Nós dois éramos realmente ambiciosos. Na minha cabeça, eu queria derrubar Madonna”. E então, ela fez uma pausa e continuou me falando: "Você sabe, Kurt era igualmente ambicioso. Ele apenas escondeu um pouco melhor.

 

Goldberg: Isso fazia parte da arte de Kurt... Ele era extremamente focado e disciplinado em realizar o que queria realizar. É alguém que insistiu em meses de ensaio antes de ir ao estúdio para gravar um disco - e que tinha uma tremenda ética de trabalho. Ao mesmo tempo, ele criou um personagem chamado Kurt Cobain, sabe? Esconder um pouco a sua ambição era uma coisa consciente e era parte da criação de uma pessoa que ele sentia que queria criar, e que ele teria admirado quando criança. Ele não é o único que fez isso. Eu acho que Bob Dylan e os caras do R.E.M. também fizeram isso.

 

Danny Goldberg vai lançar o livro "Serving The Servant" (foto), agora em abril de 2019, marcando os 25 anos do falecimento de Kurt Cobain.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Soundgarden: baterista é bloqueado pela viúva da rede social de Chris Cornell

December 15, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead