Foo Fighters: Dave explica a saída do 1º baterista da banda

April 1, 2018

 

Dave Grohl falou como foi gravar o 2º álbum de estúdio do FOO FIGHTERS, "The Colour and The Shape" (1997), em uma nova entrevista para o site Louder

 

Ele disse que não gostou do jeito que o 1º baterista da banda, William Goldsmith, tocou nesse disco, o que ocasionou na saída do mesmo e forçando Dave a regravar a bateria em todas as músicas.

 

"Nós iríamos gravar umas 12 músicas para o disco, sabe? Chegamos a gravar as canções 'Monkey Wrench', 'Wind Up', 'Doll' e 'My Poor Brain', sendo que todos perceberam que não estava ficando do jeito que queríamos. William, o nosso baterista na época, não estava conseguindo suprir as nossas necessidades e a bateria não estava soando poderosa ou como imaginava que deveria soar".

 

A banda fez uma pausa para o Natal e foi quando Dave entrou no estúdio de um amigo e começou a gravar músicas novas, tocando ele mesmo a bateria. Depois, Dave mostrou essas novas gravações para o produtor que estava gravando esse 2º disco, Gil Norton.

 

Dave continuou: “Ele ficou, tipo: 'Essas são boas. Eu gostei daquelas também'. Então, eu comecei a gravar essas novas músicas com Norton tocando guitarra e bateria, foi quando William ficou sabendo e não gostou da ideia. O negócio se transformou em uma situação chata e percebi que ele não iria retornar para as gravações... Então, eu gravei a bateria em todas as músicas desse disco". 

 

"Basicamente, foi Pat (guitarrista), Nate (baixista) e eu que gravamos esse álbum, sabe? Nós o fizemos muito rapidamente e regravamos o disco inteiro em cerca de 04 semanas. Quando terminamos, eu sabia que tínhamos um ótimo álbum".

 

Além das diferenças pessoais dentro do grupo, Dave também estava em meio a reviravoltas particulares: "Ah, eu estava me divorciando nessa época e você sabe o que foi engraçado? As pessoas vinham até mim - geralmente homens - e diziam: 'Cara, esse álbum me ajudou a superar o meu divórcio'. E eu pensava: 'Sério? O meu não'".

 

Confira o áudio da música "Hey, Johnny Park", lançada nesse 2º disco do FOO FIGHTERS:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Sonic Youth: "queria combinar guitarra irregular e dissonante com uma espécie de canto brasileiro melódico"

May 26, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead