• by Brunelson

Nirvana: breve análise de quase todas as canções - "Mrs. Butterworth"


Esta seria outra evidência para provar por que Kurt Cobain queria tanto que o baterista do MELVINS, Dale Crover, fosse o baterista do NIRVANA no início de carreira.

Já sendo o 2º baterista fixo a passar pelo NIRVANA, Dale Crover sabe mesmo como lidar com uma bateria. Porém, ele sempre foi considerado um "quebra-galho" para o NIRVANA, pois os seus compromissos principais era com o MELVINS.

Gravada num ensaio na casa do baterista em janeiro de 1988 na cidade de Aberdeen - dias antes da famosa gravação da 1ª fita demo do NIRVANA no estúdio do produtor Jack Endino em Seattle - a canção "Mrs. Butterworth" é uma sonzeira, mas infelizmente não seria nem gravada para esta 1ª fita-cassete do grupo e ficaria esquecida com o passar do tempo.

A música entraria fácil no álbum de estreia do NIRVANA em 1989, "Bleach", e flutuando em pura imaginação e caso a banda ainda estivesse em atividade, ficaria imaginando algum show bandido do NIRVANA desenterrando algumas canções do baú e tocando essa e outras renegadas de sua história...

"Mrs. Butterworth" é uma música rápida, barulhenta e apresenta o tipo de referências que apareceriam mais tarde na canção "Swap Meet" (lançada no 1º disco).

Por falar nisso, "Mrs. Butterworth" é uma marca americana de xarope. Há relatos no livro oficial biográfico de Kurt Cobain, "Mais Pesado Que o Céu", que ele tinha o hábito de tomar bastante xarope para ficar chapado, com o autor desse livro, Charles Cross, confirmando que Cobain estava chapado de xarope quando foi gravar as músicas para o álbum "Bleach" (vide o vocal super gritado em algumas músicas).


Esta canção ganharia o seu lançamento oficial no box de inéditas do NIRVANA lançado em 2004, "With The Lights Out".


Esta sim foi uma grande surpresa para nós, fãs, pois apesar de no começo dos anos 90 em diante nós tínhamos várias fitas-cassete piratas do NIRVANA de shows e canções inéditas, a música "Mrs. Butterworth" nós nunca havíamos escutado até então.


Outro detalhe que enriquece muito essa história, é que no livrinho que acompanha esse box do NIRVANA consta os nomes das canções gravadas neste ensaio em janeiro de 1988 na casa de Dale Crover, dentre elas, nomes como: "Gypsies, Tramps and Thieves" e duas outras músicas sem título...


Confira as resenhas das outras músicas que o site rockinthehead já publicou:


"Escalator to Hell"


"Big Long Now"


"Here She Comes Now"


"Heart Shaped Box"


"Grey Goose"


"Bambi Slaughter"


"Smells Like Teen Spirit"


"Beans"


"Black and White Blues"


"Do You Love Me"


"The Other Improv"


"Help Me, I'm Hungry"


"Heartbreaker"


"Anorexorcist"


"Mexican Seafood"


"Pen Cap Chew"

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques