Blind Melon: baixista fala sobre a música "No Rain"

May 26, 2019

 

O escritor/jornalista, Greg Prato, lançou recentemente mais um livro, "Facts on Tracks: Stories Behind 100 Rock Classics", contando histórias e entrevistas com várias bandas e artistas - seja do rock alternativo, heavy metal, punk rock, grunge, hip-hop, hard rock e etc - junto com comentários sobre algumas músicas.

 

Com isso, o site rockinthehead vai publicar em 04 partes, trechos de entrevistas que o autor fez no decorrer dos anos com o NIRVANA, STONE TEMPLE PILOTS, BLIND MELON e MEAT PUPPETS.

 

Nesta 3ª parte, segue a matéria sobre o BLIND MELON com o baixista, Brad Smith, onde ele fala também sobre a música "No Rain".

 

Banda: BLIND MELON

Música: "No Rain" (1º disco, "Blind Melon", 1992)

 

É difícil acreditar que uma das músicas mais ensolaradas dos anos 90 tenha sido encarada liricamente de forma diferente. Este foi o caso do estado de espírito do baixista do BLIND MELON, Brad Smith, quando ele originalmente compôs este hit que estava além do seu tempo.

 

A música se chama “No Rain” e seguem alguns trechos dessa entrevista.

 

Brad Smith (baixista): "A canção surgiu quando me mudei para a Califórnia e tocava músicas em Venice Beach para variar. Eu tinha que criar músicas durante aquela semana, sempre depois quando voltava do meu trabalho que era na área de construção, então, pegava o meu violão e ia até a praia e ficava tocando. Tocava no calçadão de Venice Beach para ganhar uns trocados, era dinheiro suficiente para pagar o estacionamento e pelos frangos teriyaki. Estes eram os meus fins de semana".

 

"E foi inspirada pelo momento difícil que estava passando em Los Angeles, tinha crises de depressão o tempo todo, tipo: 'O que eu estou fazendo aqui? Eu vou voltar para o Mississippi? Eu nunca mais vou voltar para o Mississippi'". 

 

"Eu iria apenas lutar contra isso e manter as coisas em ordem, tipo: 'Quero ser músico, quero estar aqui na Califórnia e não quero voltar para casa'. Quando me mudei para cá, eu não tinha nenhum conhecido na Califórnia, não tinha família e não conhecia uma alma".

 

"Então, a música é sobre não ser capaz de sair da cama e encontrar desculpas para enfrentar o dia. Foi como o fundo do poço. Eu nem estava me drogando ou bebendo, era apenas difícil. Foi apenas um ponto difícil na minha vida... E o legal dessa música, acho que muitas pessoas interpretam essas letras corretamente e podem se conectar com ela nesse nível, como na parte: 'Eu não entendo por que durmo o dia todo / E começo a reclamar que não há chuva'". 

 

"Sabe, é só uma linha e preferia que estivesse chovendo para que pudesse me justificar, deitado na cama e não fazendo nada, mas é um dia ensolarado, então, saia e enfrente".

 

"É de onde a letra e a música foram inspiradas, e só tive que misturar as coisas. Estar no estado de espírito que eu estava e ter que vir com músicas novas para ir tocar na praia para pagar as contas, tipo, já tocava essa canção na praia há mais de 01 ano antes de Shannon Hoon (vocalista) realmente se juntar à banda e fazer dessa música um sucesso. Eu acho que foi uma boa música e Shannon fez uma ótima canção".

 

"Você sabe, quando estávamos gravando o clipe da música 'No Rain', senti que seria um ótimo vídeo. Claro, eu pensei que era uma ótima canção e um sucesso. Claro, eu pensei a mesma coisa sobre os 03 vídeos e músicas que tínhamos lançado antes: "I Wonder", "Tones of Home" (duas vezes) e "Dear Ol' Dad". Fizemos 04 vídeos antes do clipe para 'No Rain'”. (O 2º vídeo de “Tones of Home” foi lançado após “No Rain”).

 

"Na época em que estávamos fazendo o clipe de 'No Rain', era como: 'Isso é ótimo!', assim como me senti em relação a todos os outros vídeos. Sam Bayer era um diretor matador (o mesmo de 'Smells Like Teen Spirit' do NIRVANA e 'Poison Heart' do RAMONES) e gravou um vídeo incrivelmente lindo que tinha uma história e pessoas conectadas com aquela abelhinha. Nós trouxemos a garota abelhinha para a vida, que é a mesma que está na capa do álbum".

 

"Sentia que tinha algo sobre o vídeo... Eu senti que todos os outros vídeos que filmamos foram bons, mas não tão bons quanto o vídeo de Sam Bayer. Com o benefício do retrospecto, este vídeo de Sam Bayer foi realmente especial".

  

Confira a 1ª e 2ª parte desta matéria:

 

* Stone Temple Pilots: Weiland comenta sobre as letras da canção "Creep"

 

* Meat Puppets: vocalista comenta sobre a canção "Lake of Fire"

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Mark Lanegan: comparando o Pearl Jam ao Grateful Dead

February 26, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead