Danny Goldberg: "Kurt admitiu que Dave cantava bem, mas tinha inveja"

March 29, 2019

 

O empresário do NIRVANA, Danny Goldberg, vai lançar um livro sobre Kurt Cobain e revelou o que ele lhe contou sobre a voz de Dave Grohl - em uma nova entrevista para o jornal Washington Post.

 

Ele disse que, enquanto Cobain estava orgulhoso, também parecia haver uma ponta de inveja devido à sua natureza competitiva.

 

Durante os últimos dias do NIRVANA, Dave Grohl tocou versões primárias para Kurt Cobain das músicas que seriam lançadas no FOO FIGHTERS, “Exhausted” e “Alone and Easy Target” (ambas do álbum homônimo de estreia em 1995). 

 

Grohl disse anteriormente que Cobain amava as canções, mas disse aos outros em particular que, se o NIRVANA as gravassem, Kurt iria querer escrever as suas próprias letras para os instrumentais de Grohl. O baterista trabalhou no material com Krist Novoselic durante as sessões finais de gravação do NIRVANA em Seattle, no mês de janeiro de 1994. 

 

Danny Goldberg lançará o livro "Serving The Servant" no começo de abril, para marcar os 25 anos do falecimento do eterno vocalista/guitarrista do NIRVANA.

 

O jornalista perguntou: "Há um momento maravilhoso em que Kurt fala sobre o canto de Dave, que ninguém saberia até surgir o FOO FIGHTERS".

 

Goldberg disse: "Kurt tinha acabado de me dizer: 'Eu não acho que você percebeu como Dave é bom cantor. Eu o ouço cantando harmonias todas as noites'. Era como se ele estivesse realmente aceitando aquilo, então, eu saberia disso porque Kurt era uma pessoa muito fraterna, junto com um lado doce dele, mas também tinha um toque de inveja, sabe? Quero dizer, Kurt era competitivo".

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Singles: algumas curiosidades sobre o filme da era grunge

June 6, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead