• by Brunelson

Alice in Chains: desde 2001, Duvall vinha treinando para ser o novo vocalista


O vocalista/guitarrista do ALICE IN CHAINS, William DuVall, disse que a ideia para que ele fosse o novo cantor da banda grunge, foi plantada lá em 2001, ou seja, 01 ano antes do falecimento do vocalista original do grupo, Layne Staley - em uma nova entrevista para o site Premier Guitar.


Como parte da banda solo de Cantrell no início dos anos 2000, DuVall teve toda a oportunidade que precisava para aprender os meandros de Cantrell e o som único do saudoso Layne Staley.


"2001 e 2002 foram anos de trabalho pesado... Tudo o que aconteceu depois, até agora, é resultado daquilo".


DuVall também falou sobre as suas composições: “É apenas eu mesmo agindo... Mesmo se eu compor algo íntimo do meu conhecimento, os caras da banda irão me responder, assim como a canção 'So Far Under' e as letras da música 'Never Fade' (ambas lançadas no último disco, 'Rainier Fog', 8º trabalho de estúdio, 2018), ou a canção 'Last of My Kind', o riff que compus para a música "A Looking in View" (ambas lançadas no 6º trabalho de estúdio, 'Black Gives Way to Blue', 2009), e o riff que compus para a canção 'Phantom Limb' (7º trabalho de estúdio, 'The Devil Put Dinosaurs Here', 2013), são todas essas coisas que, mesmo que estejam sendo adaptadas para a assinatura sonora do ALICE IN CHAINS, ainda sou eu”.


O guitarrista Jerry Cantrell, principal compositor da banda desde sempre e que também estava nessa mesma entrevista, falou: “William sempre vem com coisas realmente importantes para cada disco, assim como todos nós sempre fizemos, mas a música 'So Far Under' é um exemplo de William".


"Existe uma canção que foi lançada em nosso 1º álbum ('Facelift', 1990) que se chama, 'It Ain't Like That', que foi baseada num riff esquisito e flexível que eu criei. Nos últimos álbuns que lançamos também, como as músicas ‘Stone’ (7º disco) e ‘Check My Brain’ (6º disco), mas neste último álbum que acabamos de lançar, eu não compus nada do tipo. A parte engraçada é que a clássica assinatura da bendita música que faz o estilo do ALICE IN CHAINS, dessa vez foi William quem compôs e isso é legal ('So Far Under'), porque Layne fez a mesma coisa com canções como, ‘Hate to Feel’ e ‘Angry Chair’ (ambas lançadas no 3º trabalho de estúdio, 'Dirt', 1992). Então, é uma tradição que sempre ocorreu nesse grupo e isso significa que William também está realmente lá conosco”.


Confira o áudio de estúdio da música "So Far Under":

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead