Smashing Pumpkins: “muita gente se vendeu quando o grunge explodiu”

November 7, 2017

 

Em uma nova entrevista para a rádio NZ, o frontman do SMASHING PUMPKINS, Billy Corgan, falou sobre o estilo de vida dos "valores independentes" nos anos 90 e a forma daqueles que mais pregavam essa questão, serem os mais rápidos a se venderem.

 

"Sim, ao apontar para a hipocrisia acho que houve um momento em que senti... Você sabe quando a música alternativa ficou gigante nos tempos do NIRVANA e trouxe muita gente que não fazia parte da nossa cultura alternativa, certo? Estas coisas acontecem e nem sequer acontece em todas as gerações, sempre achei que acontece talvez a cada 02, 03 ou 04 gerações, onde você percebe esse tipo de movimento maciço que parece muito orgânico”.

 

“Mas é claro, quando se comenta com uma celebridade sobre isso, ela não vai querer se preocupar com nenhum selo ou banda independente de alguma cidade do interior ou algo do tipo. E para esta pessoa, você percebe que não rola naturalmente esse fluxo e para ela você viveu numa ideologia alienígena, sabe? Porque nos anos 90, eu reconhecia que precisávamos defender um certo conjunto de valores".

 

“E então, rapidamente percebi que tudo era apenas conversa, que as pessoas que me pregaram o lado independente sobre os valores foram as mesmas pessoas que mais rápidas se venderam. Havia de repente uma multidão lá fora para escuta-los, havia dinheiro a ser feito, havia poder e vídeo clipes para serem tocados na MTV e coisas assim”.

 

“Naquela época, você estava de pé fazendo um discurso matizado sobre integridade ou coisa do tipo e de repente, era como se uma onda viesse e te derrubasse lhe deixando completamente exterminado. Não é como se eu estivesse desejando voltar naquele tempo, mas só queria que eu fosse suficientemente sofisticado para perceber que estava desperdiçando a minha respiração".

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Grunge: Top 50 melhores álbuns pela Revista Rolling Stone - nº 19

September 30, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead