Alice Cooper: falando sobre Chris Cornell, Chester Bennington e Jim Morrison

August 29, 2017

 

O cantor ALICE COOPER foi entrevistado pela radio WAAF e falou sobre as recentes mortes do frontman do LINKIN PARK (ex-STONE TEMPLE PILOTS), Chester Bennington, e do frontman do SOUNDGARDEN, Chris Cornell.

 

"É realmente estranho o que está acontecendo agora. Antes de tudo, Chris Cornell foi uma das pessoas mais positivas que eu já conheci na minha vida. Ele tinha tudo do que precisava em todos os níveis. O mesmo eu diria para Chester Bennington... Quero dizer, eu conheci os 02 caras muito bem, sabe? Eles não usavam drogas pesadas e não eram loucos, insanos como Keith Moon, por exemplo (ex-baterista do THE WHO). Eles eram realmente pessoas sólidas e as últimas pessoas que eu pensaria que poderiam se suicidar. Então, eu não tenho ideia do que está acontecendo..."

 

Quando a rádio sugeriu a Cooper que as pistas sobre o que estava se passando com Chester estavam lá nas suas músicas e especialmente nas letras, Alice disse: "Isso teria sido verdade, eu acho, especialmente com Jim Morrison (ex-vocalista do THE DOORS). Ah, Jim Morrison... Quando eu conheci Jim, tudo o que ele escreveu foi o que estava do outro lado da vida, seja nas canções 'The End' ou em 'Break on Through'. Quero dizer, todas essas músicas tiveram a questão da morte envolvida nelas, mas se você olhar para Chris Cornell, como na canção 'Black Hole Sun' e todas as coisas que eles fizeram, esses caras eram pessoas realmente positivas. Eu sei que muitas das letras eram escuras por causa da área em que a música foi composta, mas quem conhecia esses caras sabia que eles não eram assim”.

 

Perguntado se ele acredita que uma certa quantidade de dor é necessária para criar uma ótima arte, Cooper disse: "Eu acho que as pessoas pensam nisso e acho que alguns músicos sentem que precisam ser um artista torturado, mas eu nunca me senti assim. Eu me encontrei depois de uma batalha contra o álcool e as drogas e retornei de uma forma diferente me precavendo de tudo - eu me tornei cristão, sabe? Já faz 37 anos que não bebo nada e nunca estive tão feliz na minha vida. Algumas pessoas dizem: ‘Bem, eu vou meditar’, ou ‘vou fazer ioga ou fazer isso e aquilo'. Não sei... Para mim, estive voltado para a minha fé e acredito que existe algo maior do que eu - e isso funcionou. Então, é tudo o que eu posso seguir. Eu estava bebendo uma garrafa de whisky por dia, estava vomitando sangue de manhã e estava pronto para morrer, até que eu realmente me segurei e decidi o que era importante na minha vida".

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Prophets of Rage: fãs concedem as suas opiniões sobre o "fim" do grupo

November 18, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead