• by Brunelson

Perry Farrell: "ele era o meu melhor amigo", sobre Taylor Hawkins


O vocalista do JANE'S ADDICTION e fundador do Lollapalooza Festival, Perry Farrell, compartilhou um sincero vídeo em homenagem ao falecido baterista do FOO FIGHTERS, Taylor Hawkins, chamando-o de “meu melhor amigo” e “um dos bateristas mais apaixonados que já vi na minha vida. Quando penso nele, resumo com uma palavra: velocidade”, disse Farrell. “Ele tinha o dom de manter uma velocidade confiante, marcante e acariciando a bateria ao mesmo tempo”.

Hawkins morreu na sexta-feira passada (25 de março de 2022) em um hotel na cidade de Bogotá, Colômbia, horas antes do FOO FIGHTERS tocar em um festival na cidade. Farrell havia se juntado à banda nas edições do Lollapalooza no Chile e Argentina alguns dias antes, onde tocaram juntos o clássico cover do JANE'S ADDICTION, a música “Been Caught Stealing”, e que também iriam tocar juntos novamente no dia 27 de março na parada do Lollapalooza na cidade de São Paulo.


* Taylor Hawkins: anunciado relatório toxicológico sobre a morte do baterista do Foo Fighters


* Foo Fighters: novas atualizações sobre a morte do baterista Taylor Hawkins


* Howard Stern: "ele era uma pessoa solidária", sobre Taylor Hawkins; Foo Fighters cancela turnê 2022

Hawkins sempre foi fã do JANE'S ADDICTION, citando a banda em entrevistas e usando camisas do grupo. Hawkins dizia que já tinha assistido a muitos shows do JANE'S ADDICTION nos anos 80 e 90, anos antes de conhecer pessoalmente Perry Farrell.

“Embora eu não o conhecesse naquela época, compartilhamos uma história”, disse Farrell.

Nos últimos meses, Hawkins tocou na nova banda chamada NHC, junto com o guitarrista de longa data do JANE'S ADDICTION, Dave Navarro, e o baixista atual, Chris Chaney.

No vídeo que Farrell postou, consta uma mensagem de voz enviada por Hawkins à família de Farrell 01 dia antes de sua morte, na qual ele diz: “Cuidem-se e eu cuido de mim. Vejo vocês em São Paulo. Eu amo, amo, amo vocês. Durmam bem".

“Há uma grande parte do meu coração que eu tinha reservado para ele. Eu o aceitei em meu coração quando nos tornamos amigos porque ele era uma pessoa tão pura, mas tão pura de coração”, acrescentou Farrell. “Eu sempre recebia mensagens de Taylor. Eram sempre pedaços de músicas que ele estava escrevendo ou querendo escrever ou queria que eu ouvisse. Por parte dele, eu recebia rascunhos de música com a mesma frequência que recebia 'eu te amo'”.

“O único sentido que posso fazer dessa tragédia é saber que Taylor está agora no céu”, concluiu Farrell. “Ele pode nos ouvir e o que eu vou fazer de hoje em diante é tentar fazer músicas que eu acho que Taylor adoraria”.


* Taylor Hawkins: "Soundgarden e Jane's Addiction surgiram num momento delicado na história do rock"


* Foo Fighters: baterista revela qual banda realmente “matou” o Hair Metal dos anos 80


* Taylor Hawkins: contando de quando vivia quebrado e deprimido


* Foo Fighters: baterista fala do seu passado com as drogas

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques