top of page
  • by Brunelson

Krist Novoselic: "tive muita sorte e foi fácil trabalhar musicalmente com Kurt Cobain"


O baixista do NIRVANA, Krist Novoselic, foi entrevistado recentemente pela revista Bass Player e relembrou do incidente que aconteceu quando a banda estava se apresentando no MTV Video Music Awards em 1992.

Aconteceu quando ele jogou o seu próprio baixo para o alto na parte final da música "Lithium" e quando foi segura-lo, deixou bater na sua cabeça, o que fez Novoselic sair cambaleando para fora do palco - e como isso o levou casualmente a conhecer o guitarrista do QUEEN, Brian May.

Ocorrendo durante o auge da popularidade dos gigantes de Seattle, o MTV Video Music Awards de 1992 foi um evento triunfante para o NIRVANA, já que a clássica música da banda, "Smells Like Teen Spirit", rendeu a eles 02 prêmios no evento: Melhor Novo Artista e Melhor Vídeo Alternativo.

Ao mesmo tempo, o evento também foi marcado de discussões e nervos a flor da pele, devido a uma intensa situação nos bastidores entre o NIRVANA e o GUNS N' ROSES, desencadeada pelos comentários de Courtney Love para Axl Rose.


Hoje, grandes amigos, mas na época, o baixista do Guns, Duff McKagan, e Krist Novoselic, quase chegaram a realmente brigar.


Enquanto nenhum nocaute ocorreu nos bastidores, o baixista do NIRVANA conseguiu bater em si mesmo e na cabeça, depois que um arremesso do seu baixo ao alto saiu errado.

Novoselic começou falando: “Ah, isso foi mega! Começamos a tocar essa música e depois o meu amplificador simplesmente não funcionou. Eu pensei: 'Vou fazer esse lance de jogar o baixo para o alto e depois sair andando do palco'. Bom, toda a cena foi pega pelas câmeras de TV e então, bum! O baixo caiu bem na minha cabeça".

“Eu saio do palco e os paramédicos chegam, dão uma olhada em mim, colocam um curativo e eu tive que assinar todos esses formulários de liberação para não processar ninguém. Aquilo aconteceu na frente de 200 milhões de pessoas, certo?”

Após os paramédicos cuidarem do baixista, ele se viu diante de ninguém menos que Brian May, parecendo levemente preocupado com uma taça de champanhe nas mãos.


Ele continuou: “Então, eu estava todo aborrecido, né, pensando: 'Mas que merda!', e atrás daquelas pessoas tinha uma pessoa incrível com uma taça de champanhe nas mãos. É Brian May! Apenas parado lá e educadamente ele veio até mim e disse: 'Aqui está, meu bom garoto' e me entregou a taça de champanhe".

“Eu falava: 'Você é Brian May! Como você está?' E ele me respondeu: 'Mais importante do que isso, é como você está?' Alguns momentos depois, Dave Grohl apareceu e ficou ali com a gente. Ele estava me procurando por toda parte, apenas para me encontrar desfrutando de um tranquilo copo de champanhe com o Sr. May".

Qualquer pessoa familiarizada com os álbuns do NIRVANA, ou mesmo apenas com o disco "Nevermind" - seu álbum de maior sucesso - saberá que Novoselic fez questão de estabelecer partes de baixo simples e eficazes com um tom apaixonante.

“Aprendi que inúmeras pessoas aprenderam a tocar baixo ouvindo os discos do NIRVANA”, disse ele. “São linhas de baixo simples e melódicas, que é o que você precisa quando está começando a aprender a tocar baixo”.

Mais de 30 anos depois, é impossível negar a mudança radical provocada pelo NIRVANA com músicas que serão o seu legado duradouro.

Novoselic finalizou: “Tive muita sorte de trabalhar com Kurt... Ele era um compositor tão talentoso e tinha um ouvido de verdade para um refrão, então, pra mim, tocar baixo com ele foi muito fácil”.


Confira exatamente essa performance do NIRVANA no MTV VMA de 1992, onde no final da música acontece este incidente com o baixista Krist Novoselic:


"Lithium" (2º disco, "Nevermind", 1991)











Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page