top of page
  • by Brunelson

Dinosaur Jr: qual a sonoridade de guitarra preferido do frontman da banda?


Apesar da reputação de J Mascis ser a de um dos guitarristas mais impressionantes do rock alternativo, na verdade ele começou a sua vida musical como baterista, manifestando interesse pelo instrumento quando era criança.

Assumindo o papel de guitarrista e vocalista ao invés de baterista, Mascis formaria o DINOSAUR JR com o baixista Lou Barlow e com o baterista Murph em 1984, sendo que essa formação perdura até hoje com o grupo já tendo lançado 12 álbuns de estúdio.


Mas antes disso, Mascis havia demonstrado as suas habilidades como multi-instrumentista sendo integrante da banda DEEP WOUND, um grupo punk hardcore que foi altamente influente na cena de Massachussetts.

DINOSAUR JR encontrou sucesso significativo na cena do rock alternativo, tornando-se um grupo-chave no desenvolvimento do gênero durante os anos 80. De acordo com o escritor e jornalista, Michael Azzerrad, DINOSAUR JR foi tão importante porque "eles rejeitaram as tendências anti-históricas do hardcore, ao abraçar totalmente a música que todos cresceram ouvindo desde crianças".


Em particular, Mascis alcançou o impensável no rock underground, trazendo de volta os extensos solos de guitarra.

Quando solicitado a listar alguns dos seus álbuns favoritos para o site The Quietus, Mascis escolheu muitas opções do rock clássico como "Physical Graffiti" do LED ZEPPELIN, "Exile on Main Street" do ROLLING STONES e "Sabotage" do BLACK SABBATH. Claramente, Mascis sempre olhou para o melhor dos melhores como inspiração, voltando aos discos que moldaram os seus gostos quando adolescente.


E sem surpresa, ele também citou as lendas do pré-punk, THE STOOGES, como uma de suas maiores inspirações e que influenciou a sua música como nenhuma outra banda.

Explicando o seu amor pela banda liderada pelo vocalista Iggy Pop, Mascis falou: “O som da guitarra do álbum homônimo de estreia do THE STOOGES (1969), é o meu som de guitarra favorito e é o que sempre tentei imitar. É simplesmente incrível! Eu gosto mais do que o som da guitarra do álbum 'Fun House' (2º disco, 1970)".

Ele continuou: “O álbum de estreia deles é ótimo e eu estava aprendendo a tocar guitarra quando ouvi esse disco pela 1ª vez, quando eu tinha uns 12 anos de idade, então, foi uma grande influência e é o álbum mais especial pra mim”.

No entanto, isso não significa que ele também não adore o disco "Fun House": “Na verdade, acho que o álbum 'Fun House' é o melhor álbum do THE STOOGES. As músicas, a sequência e a forma como eles tocam, parece tudo mais implacável e é mais coeso... São eles amadurecendo como uma banda”.

Ainda assim, Mascis prefere o 1º disco, concluindo: “O som da guitarra parece pior no álbum 'Fun House'. Não sei por quê, talvez fosse a gravação, mas parece uma coisa mais distante, quase... Só não teve o mesmo impacto do 1º disco (o som da guitarra), mas eles ainda são uma das bandas mais importantes pra mim e foram definitivamente uma das minhas maiores influências”.




Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page