• by Brunelson

15 Bandas Power Trio que fizeram parte da história do rock


Às vezes, complicar demais a música é o caminho errado a seguir (RAMONES manda um abraço)!

Claro, há valor na super produção implacável ou bandas com vários membros, porém, em muitas ocasiões, destilar a música até as suas raízes e expressões básicas é a melhor maneira de obter um som cru e não filtrado.

Para essas bandas, o único jeito era se formar como um power trio.

Normalmente composta por guitarra, baixo e bateria, a forma mais simples de uma banda pode muitas vezes ser a mais difícil de atingir e a julgar pela lista que separamos abaixo para você, a redução nos números não significa uma redução do seu poder.

A partir dos grupos que separamos, você verá por que uma banda power trio pode ser tão poderosa quanto qualquer outra.

Salientamos que deixamos dezenas de bandas power trio de fora dessa lista, onde o intuito não é classificar as melhores ou maiores da história do rock, mas somente uma pequena visão de mundo da diversidade que esta cortina nos oferece.

Confira 15 bandas power trio que o site rockinthehead selecionou para você conhecer e/ou curtir:

* WOLFMOTHER

Quando WOLFMOTHER estourou na cena do rock em 2006 com a música "Joker and The Thief", o mundo prestou atenção.


Ainda sendo um power trio desde 2000 até 2009, o que se seguiu foi uma série de shows massivos com manchetes e o grupo dominou o circuito de festivais por um tempo - onde eram considerados a banda de rock favorita de muita gente.

Hoje em dia a banda atua como um veículo para o talento de composição do seu vocalista/guitarrista, Andrew Stockdale, já que ele, na maioria das vezes, lança um riff furioso que raramente é visto.


Os sons são tão assustadores que têm a capacidade de arrepiar o seu corpo - vide os velhos tempos...


* Stevie Ray Vaughan

Artistas conhecidos como Muddy Waters uma vez falou sobre o incrível talento e natureza destrutiva do guitarrista/vocalista, Stevie Ray Vaughan: "Stevie poderia ser o melhor guitarrista que já existiu, mas ele não viverá até aos 40 anos de idade se não deixar de vez esse pó branco”.

Infelizmente, seria outra tragédia que reduziria o tempo de vida de um dos maiores guitarristas da história.

Enquanto ele logo se tornaria um brinde para muitos fãs - graças ao seu enigmático trabalho de guitarra - era dentro de um grupo que Stevie Ray Vaughan se sentia mais confortável e com a sua banda de apoio, DOUBLE TROUBLE, Vaughan, sem dúvida, encontrou a sua saída mais criativa.


Confira Stevie Ray Vaughan apresentando um cover de Jimi Hendrix, "Voodoo Child".


* SUBLIME

A banda SUBLIME misturou reagge, ska, rap e rock alternativo e foi um dos atos gigantes junto com a turma dos anos 90.

Uma banda formada por Bradley Nowell, Eric Wilson e Bud Gaugh, que para todos os efeitos e objetivos é um subestimado rolo compressor na história do rock.

A banda realmente se destacou no mainstream com os seus 02 álbuns de estúdio, antes que o talentoso vocalista/guitarrista viesse a falecer de overdose de heroína.


Ainda uma grande banda no estado da Califórnia e atuando com outro vocalista, para as novas gerações que nunca ouviram SUBLIME antes, não há momento melhor do que agora.


* RUN DMC

Tudo bem, saindo pela tangência aqui mas não negando o rap como educação musical desde a minha infância (final dos anos 80).


Nativos de New York e fundada em 1983, RUN DMC é uma das bandas mais lendárias dessa lista, o grupo de rap que ajudou a definir um gênero inteiro durante os seus estágios embrionários e também ajudou a levar o rap ao topo do mainstream.


* ZZ TOP

Formado em torno das incríveis barbas de dois arquetípicos da história do rock, Billy Gibbons e Dusty Hill, ZZ TOP está no topo das paradas do rock desde que começou e sempre foi uma banda amada pelos EUA.

O primeiro álbum da banda fez com que eles estabelecessem rapidamente o seu som em torno da icônica guitarra de blues de Gibbons, algo que o tornou um favorito entre outros guitarristas.

Mas o seu verdadeiro talento é encontrar um riff com aquele gancho como ninguém mais pode, principalmente em músicas como "Gimme All Your Lovin'”.


* DINOSAUR JR

Os anos 80 foi uma época louca para as bandas seminais do rock alternativo. Enquanto grande parte do mundo rock estava coberto com spray de cabelo, roupas espaciais sufocantes, spandex e exercícios aeróbicos em cima dos palcos, alguns daqueles na periferia estavam criando música rock profundamente experimental e sincera.

Dentre várias, uma dessas bandas foi o DINOSAUR JR.

O vocalista/guitarrista, J. Mascis, corretamente leva a maior parte do crédito pela banda sendo o principal compositor, mas a contribuição de Lou Barlow e Murph para o grupo nunca pode ser subestimada.


Enquanto a banda crescia em seu som, seria difícil encontrar uma melhor destilação do que a união de conjunto do DINOSAUR JR.


* SLEATER KINNEY

Uma banda que apresenta as potências de Carrie Brownstein, Corin Tucker e Janet Weiss, sempre será um grande negócio e o SLEATER KINNEY certamente é isso. A banda se formou como parte da cena riot grrrl e rapidamente trouxe a política para a sua música.

Esta cena nasceu no final dos anos 80 e na mesma cidade natal da banda, Olympia, Estado de Washington (próxima a Seattle), da qual Kurt Cobain e uma série de outros artistas faziam parte - sendo que o SLEATER KINNEY está profundamente enraizado na mística da geração X (anos 90).

A banda usa temas pessoais e sociais como pilares da sua música e é um grupo tão autêntico quanto os outros que faziam parte da cena riot grrrl - para quem não sabe, eram fanzines e eventos defendendo os direitos feministas e questões políticas.


* GREEN DAY

Frequentemente agrupado como os "pop do punk rock" quando fizeram sucesso nos anos 90, GREEN DAY eventualmente transcendeu os confins do deserto adolescente e começou a criar músicas cada vez mais politicamente inclinadas.

Com o álbum "American Idiot", a banda iria se definir para uma nova geração depois que Billie Joe Armstrong, Tré Cool e Mike Dirnt, já haviam conquistado a geração anterior com canções sobre tédio, frustração e falta de motivação. Eles o fizeram apoiados por uma enxurrada de riffs temíveis e divertidos preenchimentos de bateria.

Com o álbum que os lançaram à estratosfera do rock, era uma boa época poder desfrutar da emoção em mergulhar no álbum "Dookie" quando víamos a banda saindo do underground e em clara ascensão.


* Buddy Holly

Com um frontman como Buddy Holly, seria difícil não incluí-lo nessa lista.

Holly, junto com a sua banda, sem dúvida foi um dos grupos mais influentes de sua época, com canções como "That’ll Be The Day", "Oh Boy" e "Peggy Sue" levando o rock ‘n’ roll para o topo dos rankings.

Seria um projeto que incontáveis bandas da vindoura invasão britânica usariam para obter sucesso em suas carreiras. Infelizmente, outra história com fim trágico que impediu a banda de cumprir o seu potencial depois que Buddy Holly morreu num acidente de avião.

A sua música irá permanecer para sempre...


* BEASTIE BOYS

O impacto cultural que o BEASTIE BOYS teve e ainda estão tendo até hoje, não pode ser subestimado.

Mike D, MCA e Ad-Rock criaram não apenas um novo estilo de rap quando estouraram em New York nos anos 80 para todo o planeta conhecer, mas ao fazê-lo, provaram que a música não precisava ficar numa caixa específica e já davam mostras do que seria o rapcore.

Para um público totalmente novo da atual geração, essa parece uma perspectiva simples, mas nos anos 80 a música ainda era extremamente um mecanismo de transformação cultural.

Significou que quando artistas como o RUN DMC e o BEASTIE BOYS saíram do rap e entraram no mundo do rock, as coisas se tornaram um pouco mais claras e as fronteiras entre os grupos um pouco menos óbvias. Mas a verdade é que o BEASTIE BOYS tinha o punk rock/hardcore em seu coração e foram formados a partir de uma banda punk hardcore experimental chamada THE YOUNG ABORIGINIES.


Depois que o seu single de estreia, "Fight For Your Right", pescou os holofotes globais, a banda foi se fortalecendo criando o seu próprio gênero em seu processo. Músicas como "Sabotage" e "So What'cha Want" cimentaram o seu lugar na calçada dos grandes.


* MOTORHEAD

Há uma certa inevitabilidade para o MOTORHEAD fazer parte dessa lista.

Ao lado do seu formidável vocalista/baixista, Lemmy Kilmister, a banda fez um ótimo trabalho em agarrar um legado eterno.

O som hard rock da banda pode ser melhor demonstrado em sua canção seminal, "Ace of Spades", que rapidamente fez da banda o grupo mais aceito nas disputas entre o punk rock e o heavy metal. O grupo permeou tão facilmente esta linha entre os dois gêneros que foi aceito por ambos.

Muito disso, no entanto, foi devido a Lemmy.

Lemmy Kilmister é um dos homens mais lendários da história do rock. Tão famoso por sua sede incontrolável pelo uísque Jack Daniels quanto por sua educação relatada por pessoas que o conheceram...


* RUSH

RUSH é uma banda agora tão intrinsecamente ligada à ideia de evolução criativa que mantê-los fora de qualquer lista pode ser uma tarefa difícil.


O grupo é famoso pelos seus imensos hinos do rock e sempre são lembrados como um dos grandes por cada geração vigente.


Após a triste e recente morte do baterista Neil Peart, este sentimento se intensificou e a necessidade de saber mais sobre a banda ficou mais forte desde então.

Músicas como "Tom Sawyer", "2112" e "YYZ", viram a banda se tornar heróis cult, mas realmente os roqueiros progressivos foram uma das melhores bandas para se ver ao vivo.


Com Alex Lifeson na guitarra, Neil Peart e Geddy Lee no vocal/baixo, os membros do RUSH estão entre os músicos favoritos de qualquer músico profissional.


* Jimi Hendrix

Pegue o incrível gênio de Jimi Hendrix na guitarra e lhe entregue uma tábua de madeira com arames farpados amarrados nela, que com certeza ele iria tirar um som disso.

Voltando com os pés no chão, Jimi Hendrix foi capaz de ilustrar todo o seu leque também apoiado pelos incríveis Noel Redding e Mitch Mitchell.

A banda, formada em torno de Hendrix após a sua chegada em Londres, sinalizou um novo herói para os vibrantes anos 60, desencadeando uma série de canções incríveis para estabelecer Jimi Hendrix como o melhor que existia na época (e até hoje como guitarrista).

Embora não haja dúvidas de que músicas como "Purple Haze" e "Hey Joe" se projetam direto da mente de Hendrix, ter dois artistas aclamados ao seu lado deve ter sido muito reconfortante.

Não precisamos falar sobre o talento monumental de Jimi Hendrix, mas revisitar o álbum de estreia de 1967, "Are You Experienced", é uma obrigação para qualquer novo e velho fã de rock em busca de emoções.


* NIRVANA

Claro, nenhuma lista estaria completa sem o NIRVANA.

Kurt Cobain, Krist Novoselic e Dave Grohl têm a incrível capacidade de aparecer em quase todas as listas das “melhores de alguma coisa” que você já viu.

Principalmente por 02 motivos: a veracidade e ferocidade (nas músicas lentas também) que a banda emitia.

Por meio de uma combinação de melodias estilísticas nunca ouvidas antes e uma marca que rejeitou flagrantemente a comercialização da música, NIRVANA rapidamente se tornou o rei do grunge sem aviso prévio e foi um gigante caminhando sobre a Terra.

Com o seu álbum divisor de águas na história do rock, "Nevermind", eles confirmaram essa posição e criaram um boom mundial que ainda é insanamente potente até os dias de hoje - e que junto com o movimento grunge, foi o último pico de transformação cultural ao mainstream regido pelo rock.

O tempo da banda em ascensão foi infelizmente interrompido pelo falecimento de Kurt Cobain, mas as músicas e o trabalho que eles criaram durante o seu período juntos ainda resistem ao teste do tempo.

Claro, o hino "Smells Like Teen Spirit" lançou a banda para a estratosfera, mas a essa altura, eles já haviam alcançado muita aclamação no meio underground por meio da sua inovadora música.


* CREAM

CREAM podem ter ficado juntos um pouco mais de 02 anos, mas o que Eric Clapton, Ginger Baker e Jack Bruce conquistaram naquele curto período de tempo viverá para sempre.

O hype inicial desde o momento de sua encarnação foi sem precedentes, pois este power trio foi imediatamente apelidado como o primeiro "supergrupo" da história do rock.

As três figuras agora icônicas originaram-se de experiências de músicos de sessão de estúdio, com Clapton ganhando uma imensa reputação por seu tempo tremendo tocando com o THE YARDBIRDS e com John Mayall & The Bluesbreakers. Baker e Bruce, por sua vez, tocaram juntos no GRAHAM BONDS ORGANIZATION.

Depois de uma viagem de carro compartilhada entre o lendário baterista Baker e o deus da guitarra Clapton, a mesma terminou com eles decidindo formar uma banda com Jack Bruce.


A cena foi montada e um dos atos ao vivo mais devastadores de todos os tempos foi formado.

Embora a banda não durasse muito, a música que eles fizeram e a influência que exerceram durante esse tempo significa que eles são, sem dúvida, um dos maiores power trios da história do rock.


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques