top of page
  • by Brunelson

Dave Grohl: perguntado sobre o apelo comercial do Foo Fighters


As bandas de rock perdem pontos legais automaticamente quando alcançam um certo nível de fama?

O frontman do FOO FIGHTERS, Dave Grohl, falou sobre o apelo comercial da banda, dizendo que não tem certeza se eles já se sentiram legais quanto a isso.

Em uma nova entrevista para a revista Rolling Stone, Grohl falou sobre as críticas que ele e a banda receberam desde o início de carreira e a percepção externa de que ele não deveria ter continuado a fazer música após o fim do NIRVANA.

“Não sei se já nos sentimos bem”, disse Grohl à revista, discutindo a ideia de que, uma vez que uma banda atinge um certo nível de fama, ela perde pontos legais.

Ele continuou dizendo que durante os primeiros anos de banda, se sentiu que estava lutando contra a percepção dos críticos e veículos de comunicação de que o FOO FIGHTERS nem deveria existir, que era de alguma forma inapropriado ter outra banda depois do NIRVANA.

“Eu estava pensando: ‘É inevitável! As pessoas não vão querer que eu faça isso’. E houve pessoas, até amigos, que ficaram ofendidos comigo...”, revelou Grohl. “E eu pensei: 'Como eles ousam? Porque é assim que vou passar a vida!'"

Ele adicionou: “E então, eu concederia uma entrevista e as pessoas perguntavam: ‘Com toda essa bateria alta, guitarras distorcidas e os seus gritos, você intencionalmente queria soar como o NIRVANA?’”

À medida que diferentes tendências musicais prevaleciam ao longo da carreira do FOO FIGHTERS e antes que o rock caísse em desuso, a banda respondeu de maneiras diferentes ao longo da carreira.


Uma delas foi quando o new metal estava no topo, com o FOO FIGHTERS lançando o seu seu álbum mais melódico e que ganharia o Grammy, "There is Nothing Left to Lose" (3º disco, 1999).

FOO FIGHTERS está atualmente em turnê pelos EUA divulgando o seu último álbum de estúdio, "Medicine at Midnight" (10º disco, 2021).


"No Son of Mine" (Álbum: "Medicine at Midnight")


Mais Recentes
Destaques
bottom of page