Pearl Jam: baixista e baterista perguntados sobre o novo single, a canção "Dance of The Clairvoyants"

January 25, 2020

 

Jeff Ament e Matt Cameron - baixista e baterista do PEARL JAM - foram entrevistados recentemente pela rádio SiriusXM e falaram sobre o novo single de sua banda, a música "Dance of The Clairvoyants", em divulgação do vindouro álbum de estúdio, "Gigaton" (11º disco, a ser lançado em março de 2020, foto).

 

Conforme entrevista, esta canção foi primeiramente composta pelos 02 músicos, recebendo os elementos complementares de cada integrante logo depois.

 

Seguem alguns trechos:

 

Jeff Ament: Essa música começou com uma batida eletrônica de Matt Cameron. Matt estava trabalhando com algumas baterias eletrônicas e outras coisas, e eu desci e comecei a tocar baixo junto com ele, então, estávamos tocando, tentei criar algumas linhas e nós dois lá, sentados e se esforçando, onde chegamos a dizer: "Bem, isso parece que não vai dar em nada".

 

Ament: Em algum momento, eu comecei a desistir e falei: "Ah, merda", e comecei a tocar no baixo, sozinho... Nós dois olhamos um para o outro e dissemos que estava soando melhor do que qualquer coisa que tínhamos feito. Apenas fui fazendo esta linha principal com o baixo e então, surgimos com esta seção "a" e "b" para a música.

 

Matt Cameron: Algumas semanas depois, sem que eu soubesse, Jeff Ament entrou no estúdio e tocou a linha da canção em um teclado arcaico e eu fiquei, tipo: "Oh, meu Deus, isso é ótimo" e acho que, algumas semanas depois, Mike McCready (guitarrista) entrou e colocou a parte da guitarra além de tudo do que imaginávamos, que foi completamente… É uma parte inacreditável de guitarra em termos de variedade e melodia que ele tira somente em 03 notas, sabe? E foi realmente nesse ponto que nos pareceu algo emocionante e, não muito tempo depois disso, Eddie Vedder (vocalista) colocou logo de cara o seu vocal áspero que acabou sendo praticamente a mesma versão dos elementos que entraram na versão final... Algumas palavras mudaram, mas todo o fraseado e aquela mesma energia, muitos ficaram registrados na versão master.

 

Ament: Eu acho que esse foi o último elemento que aconteceu, mas no final, Matt decidiu e acho que, com a aprovação de toda a banda, ele realmente iria tocar a sua parte de bateria, então, a bateria que você ouve na gravação é a bateria de verdade de Matt Cameron. Toda a batida é uma faixa gravada ao vivo por Matt com a bateria muito seca, sabe?

 

Ament: Pelo fato de que ele foi capaz de voltar e tocar aquela mesma batida para nós da forma que soava na bateria eletrônica, soou de uma forma tão convincente que quase poderia soar como uma bateria eletrônica... Para mim, foi realmente uma homenagem ao quão bom baterista ele é.

 

Ament: Matt Cameron meio que inspirou e escreveu a parte inicial da música e todos nós individualmente entramos e colocamos um elemento diferente ali, e pelo fato desses elementos terem durado e sobrevivido intactos, é um pouco do porquê de eu estar tão empolgado com a música e o tipo de mágica de como essa canção não poderia realmente ter sido escrita por qualquer indivíduo em qualquer outra banda, você me entende? Assim como as letras são tão atraentes para mim que eu as ouço e tenho uma reação diferente a cada vez. Então, é um momento muito emocionante para a banda e estou realmente orgulhoso disso.

 

Confira o videoclipe da música "Dance of The Clairvoyants":

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Nirvana: Dave Grohl detalha como escolheu as pessoas para cantar na reunião em janeiro de 2020

February 28, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead