Red Hot Chili Peppers: álbuns dos anos 90 que não ganharam muita importância em seu lançamento - Parte 2

September 29, 2019

 

* Banda: RED HOT CHILI PEPPERS

  Álbum: "One Hot Minute" (6º disco, 1995)

 

No papel, o recrutamento do guitarrista da banda JANE'S ADDICTION, Dave Navarro, para substituir o problemático John Frusciante, parecia um golpe de mestre do RED HOT CHILI PEPPERS, mas o fator "sentir-se bem" se dissipou rapidamente na sequência do lançamento deste álbum. 

 

Mais sombrio, pesado e intenso que o seu clássico disco antecessor, "Blood Sugar Sex Magik" (5º álbum, 1991), com letras lidando com o vício, depressão e morte, o disco "One Hot Minute" não era um álbum de festas e o desprezo de Navarro pela platéia de Los Angeles da banda de "meninos da fraternidade e atletas" , nunca foi disfarçado. 

 

A sua saída do grupo em 1998 não surpreendeu ninguém e quando John Frusciante retornou para o fenomenal disco "Californication" (7º álbum, 1999), muitos fãs optaram por ver a "era Navarro" como um infeliz passo em falso. 

 

Na verdade, embora o disco "One Hot Minute" nunca tenha ameaçado eclipsar em termos comerciais o álbum "Blood Sugar Sex Magik", ele se destaca como um dos discos mais completos do RED HOT CHILI PEPPERS, sendo que músicas como "My Friends", "Aeroplane", "Warped" e "Transcending", são os melhores exemplos das gravitas que Navarro trouxe para as composições do grupo.

 

"Aeroplane"

 

Confira a 1ª parte desta matéria:

 

* Fugazi: álbuns dos anos 90 que não ganharam muita importância em seu lançamento - Parte 1

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Mark Lanegan: comparando o Pearl Jam ao Grateful Dead

February 26, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead