• Estácio S. Filho

Stone Temple Pilots: baterista fala sobre as letras da música "Sex Type Thing"


O baterista do STONE TEMPLE PILOTS, Eric Kretz, falou como o falecido vocalista Scott Weiland cantou do ponto de vista "perturbador" de um predador sexual - na clássica canção "Sex Type Thing" (1º disco, "Core", 1992) - em uma nova entrevista para o site rock.com.ar


Seguem alguns trechos:


Jornalista: A música “Sex Type Thing” é uma das suas preferidas, mas Scott não gostava que fossem feitos moshes nos shows durante essa canção, porque as letras incorporavam a “perspectiva” de um estuprador. Como banda, como você se sente sobre isso hoje?


Eric Kretz: Sim, eu acho que tem uma mensagem dupla, tipo, a música é muito enérgica e poderosa, mas as letras diferem muito. Me lembro de Weiland dizendo que queria abordar em 1ª pessoa, do ponto de vista do autor do ato - o que foi bastante perturbador. Nós dissemos: "Cara, agora vão acreditar que você realmente pensa assim!"


Kretz: Era muito perturbador, porque ele era uma pessoa extraordinária e obviamente que não raciocinava dessa forma. Então, não sabíamos se as pessoas realmente entendiam a mensagem, mas depois tivemos que fornecer a elas, porque conhecíamos Scott e ele não era daquele jeito.



Jornalista: E com efeito, parte dos americanos entenderam mal...


Kretz: Por um longo tempo ele teve que se explicar... Embora hoje, sendo uma música de mais de 25 anos, todos ouvem as palavras e não analisam em detalhes o que Scott estava tentando dizer. Muitas de nossas músicas têm esse sentimento desafiador e você leva muito a entender o que realmente tentamos expressar. É ótimo que você tenha mencionado, porque eu não tinha analisado essa canção há muito tempo... Obrigado.


Confira o videoclipe da canção "Sex Type Thing":

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead