Stone Temple Pilots: "entendo o pessoal que ficam de braços cruzados nos shows"

April 27, 2018

 

O vocalista do STONE TEMPLE PILOTS, Jeff Gutt, foi recentemente entrevistado pela rádio 91.9 WFPK de Louisville e falou sobre a sua participação na banda como o novo cantor.

 

Seguem alguns trechos:

 

Jornalista: Como tem sido calçar os sapatos de cantores icônicos, como Scott Weiland (vocalista original) e Chester Bennington (2º vocalista):

 

Jeff: “Para mim é um pouco diferente, porque é mais como um relacionamento com os caras da banda. Foi um processo muito longo para solidificar os nossos relacionamentos e ficarmos confortáveis uns com os outros. Para nós, isso foi tão importante quanto as coisas musicais que eu trago à mesa para discutirmos, sabe? Foi um longo processo... E fazer o novo disco ('Stone Temple Pilots', 7º álbum, 2018) também fazia parte desse processo, então, foi realmente uma coisa orgânica que funcionou. Eu não fico pensando muito sobre todas essas coisas, apenas tento fazer o que posso, controlar o que está ao meu alcance e deixar todo o resto ao seu tempo”.

 

 

Jornalista: Você já se perguntou se é o cara certo para assumir o posto de vocalista do STONE TEMPLE PILOTS?

 

Jeff: "Sabe, eu amo o STONE TEMPLE PILOTS e essa banda significou muito para mim como músico em todo o meu processo de vida, assim como outros grupos também, mas eles definitivamente eram uma daquelas bandas que me influenciaram e que admiro muito. Eu só queria continuar a jornada por eles... Eu sinto que eles merecem isso e queria fazer por eles tanto quanto qualquer outra coisa, até mais do que para mim mesmo, sabe? Eu estou realmente lá por eles e quero que eles continuem nessa jornada, continuem o crescimento do processo e que eles terminem de um jeito forte”.

 

 

Jornalista: E sobre o desejo em continuar com o STONE TEMPLE PILOTS com um novo vocalista?

 

Jeff: “Foi uma decisão deles de quererem manter a banda funcionando, não foi como se eu decidisse continuar com o STONE TEMPLE PILOTS, certo? Mas o fato de que eles queriam fazer isso e ainda não tinham encontrado o vocalista, foi quando eu estava no exterior e eles começaram a fazer toda essa pesquisa, e quando voltei, eles ainda não haviam encontrado ninguém. Eu fiquei, tipo: 'Cara, por que eu não tento? Eu posso fazer isso'". 

 

"Eles tomando a decisão de continuarem, também foi importante para mim porque sempre fui fã da banda. É por isso que eu entendo as pessoas que ficam lá no fundo da plateia assistindo aos nossos shows de braços cruzados, porque eu também seria uma dessas pessoas. Sabemos como as músicas foram gravadas nos álbuns e ficaria curioso verificar como seria essa abordagem no palco com um novo vocalista, sabe? Mas no final do dia, estou apenas tentando sentir a música e ser livre, o mais livre possível. Porque isso é o que eu mais aprendi com Scott e que eu mais invejava nele, o fato dele ser tão corajoso e livre. Ele não tinha medo, eu só invejava isso nele e apenas só tento trazer comigo".

 

Confira a performance da banda na rádio KROQ de Los Angeles em Março/2018. A canção se chama "Big Empty" e foi lançada no 2º álbum de estúdio em 1994, "Purple":

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Smashing Pumpkins: fãs perguntam a Corgan se os guitarristas estão presentes no vindouro disco da banda

September 30, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead